Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto



O ano de 2005 despede-se. Com ele, o choro e o ranger de dentes, no Aqui, Agora, dos últimos 365 dias; mesmo a alegria vivida intensamente em 2005, ficou na lembrança. Aqui, Agora, em 2006, adentramos no novo, no Novo Ano. E os dias de 2006 deveremos construir, com bases sólidas, desde já, no Amor, no Poder e na Sabedoria Divinos. 

A grande maioria dos seres, no entanto, faz a passagem para 2006, com muita ansiedade, ante a incerteza do futuro. Muitos, pela falta de Fé, mesmo inspirada no "Badalar dos Sinos das Inúmeras Igrejas", das diversas religiões; no badalar dos compassos dos corações, cheios de Esperanças, mas com muitas incertezas, para que o “Novo” realize. Estas esperanças pensadas, temperadas com o sentimento, emanados em cada coração, emitidas pelas mentes, criadas para o mundo Físico.
Na realidade, o “Ano Novo” tem muitos problemas a resolver. O mundo não tem conseguido pacificar-se como deveria, e, os homens, necessitam urgentemente, transmutarem-se mais em verdadeiros “bombeiros”, em apagando o cuspir de fogos e canhões, metralhadoras, aviões e bombas das inúmeras guerras sobre a Terra; das brigas, dos desentendimentos individuais, mesmo. 

Hoje, esgotaram-se aos puros d´alma, suportar “os Novos Neros”, prontos para atear fogo nas “Romas Modernas”. 

No exemplo, outro dia, em certo lugar, encontrei-me com um Deputado. No meio da conversa disse-lhe: 

__Sabe, Deputado, qual é o grande problema da política?
E ele perguntou-me: 

__Qual é Professor? 

E eu, respondi-lhe, com franqueza: 

__Olhe, Deputado, o problema da política, que deveria ser ferramenta para servir o povo, e não tem sido, é o “Dito Pelo Não Dito”. 

Ao que ele perguntou-me: 

__Como assim, Professor? 

Eu, respondi-lhe: 

__ O “dito”, Deputado, são “às promessas” de campanha. E o “não dito”, são as mesmas “promessas políticas de campanha", "não cumpridas” durante o exercício do mandato dos eleitos. E acrescentei: isto acontece, com raríssimas e abençoadíssimas exceções...
No final, disse-me ele: 

__ Sabe, professor, o que me dá nojo é o que faz o pessoal da justiça. Sempre querendo dar uma de moralista... (!!!?!!!)
 
Finalizando, disse eu a ele, “apontado na imprensa como um dos 23, dentre 24”, da Assembléia Legislativa de determinado Estado da República Federativa do Brasil, acusada de envolvimento com corrupção: 

__ Sabe, Deputado, enquanto a corrupção campear onde campeia, este país, esta região, este Estado, a Amazônia, futuro do Brasil e do Mundo, está em perigo. Está e estará sendo cobiçada pelos estrangeiros, sem estar unida para poder bem se defender. Mas o pior de tudo é que tem gente que não se importa com isto...
O Deputado, meio sem jeito, desvio a conversa para outro tema. Depois afastou-se. 

Mais tarde, à saída do local, me abanou, expressando “um sorriso amarelo”...
Na realidade, vivenciamos hoje uma grande crise moral no mundo. Precisamos acabar com a corrupção. Se cada um fizer a sua parte, ela pode ser combatida efetivamente. Não é mais aceitável que mais de 90% das sociedades politicamente organizadas sejam compostas de miseráveis e pobres, permanecendo mais de 90% das riquezas nacionais, nas mãos de uma minoria de menos de 10%, comandadas por uma Ordem Econômica Internacional perversa. Não é mais aceitável que fiquem “em brancas nuvens” a punição aos corruptos, que atrasam o progresso de Todos, de Cada Um, da Pátria, do Planeta, do Universo. Alguns de nós necessitam ver nossas sociedades mais compassivas, justas e eqüitativas. O futuro com paz e segurança internacionais depende de mudanças. Não é mais admissível que alguns achem que têm o direito de pôr a mão no que é do povo, usurpando e vilipendiando a Nação; as nações sobre o Globo Terrestre. 

Neste sentido, Neste Plano, Pensando no Todo, em Todos, e em prol do espírito de humanidade, podemos dizer que hoje uma nação já não pode resolver seus problemas satisfatoriamente, suportando tanta corrupção. Temos que nos unir e renovar os cargos elegíveis, em todos os níveis possíveis, nos casos em que há dúvidas quanto à honorabilidade dos políticos eleitos, oxigenando o tecido político, para que este, sirva ao povo, e não, sirva-se do povo. Isto muito depende do interesse, da atitude e da cooperação de Todos os Cidadãos, não somente na hora do voto, mas sim monitorando o mandato dos eleitos.
Em termos internacionais, necessário se faz uma abordagem de respeito, no mínimo, à Declaração Universal dos Direitos do Homem, aos Direitos e Deveres Fundamentais dos Estados, abrindo espaço ao progresso e ao bem-estar social para todos. 

Eis que, segundo a Declaração Universal dos Direitos do Homem, é necessário incrementar-se as potencialidades espirituais de cada ser, como base sólida para a paz mundial ser estabelecida e mantida.
Senhores Donos do Poder Secular, repetimos: 

__Lembrem-se que alcançar os objetivos nacionais depende do respeito aos Direitos Fundamentais do Homem e dos Direitos dos Estados, na busca do progresso pleno para a humanidade. Tudo neste mundo é resultado da lei de causa e efeito. Vivemos em uma interdependência crescente, em todos os sentidos: natureza, homem e mulher; nações, a vida sobre a Terra; o Universo como parte do Tudo, do Todo. 

Aqui Neste Plano, o “Sol também foi criado para todos”. 

Pensemos e oremos ao Grande Arquiteto do Universo, em rogativas, para que 2006 seja um Ano Impar, de Progresso Amplo para Todos os que souberam semear, em Amor, no Poder e na Sabedoria Divinos.
Que o Grande Dono do Poder, Deus, em sua Onipotência, Onisciência e Onipresença, no seu Devido Tempo, dê ao Homem a Consciência e o entendimento de que Tudo É Justo e Perfeito, na medida do nível consciencial de cada ser. Quando cada qual prioriza o Amor a Deus sobre Todas as Coisas e o Amor ao Próximo como a Si Mesmo, acaba disponibilizando ao Cosmos emanações em LUZ, eternamente, sobre a Terra, em benefício de Nosso Amados Irmãos, Filhos; de Todos Nós.

Nesta data, Aqui, Agora, Desde Sempre, À Frente, desejo PARA TODOS, Abundância Plena, Felicidade Plena, Paz Plena, neste Ano Novo. Daqui desta página, abraço a todos de forma muito próxima, em Amor fraternal, Infinitamente Quieto, Eternamente Carinhoso, Transbordante Em Luz Divinal, por um 2006 Fantástico. Em Preces ao Pai, PELA LUZ, expando Minha Chama Trina, Pai-Filho-Espírito Santo no Coração, também existente no coração de cada um de meus irmãos, em busca do Amor, da Sabedoria e do Poder Divinos. Neste estado de Espírito, Na LUZ, em meu coração, semeio, como Cada um Pode fazê-lo junto aos Seus, sobre toda a Terra, Chuvas de Luzes Neste Ano Novo Que Ora Chega; daqui deste cantinho abençoado, digo para todos vocês, Esperançosos que se despedem do Ano Velho e Adentram na Barca do Novo, presentes nesta página, Tenham uma ÓTIMA VIAGEM rumo a Todas as Bênçãos Divinas, como resultado da plantação pessoal, de Cada Coração e Mente.
Assim, oferto-vos meu Legado Maior Prometido:

__Em nome, com o Poder e Autoridade da Bem Amada e Toda Poderosa Divina Presença "Eu Sou", Amando a Essência Divina Individualizada em você, em Cada Um de Vocês, meus Irmãos-Amigos na PELA LUZ, NA LUZ, EM LUZ, Aqui, Agora, Desde Sempre, Enquanto na Roda da Vida, e Além, Como Expansão Constante do Todo, na Vontade Maior, Eternamente, digo: que tenhamos Sempre mais Forças Divinas Expandidas para, em firmeza mental e emocional, continuar trabalhando pela eliminação das trevas sobre este Orbe, transmutando-o para a condição paulatina de NOVO SOl...
E, sugiro, para cada um de nós, para Todos, que sejamos capazes de doar ao irmão-próximo, o que não nos for útil, pois isto será uma benção renovadora, em prol de todos os necessitados do mundo físico.
Outrossim, saibamos que, assim, estaremos semeando no Cosmos, Sempre Fértil, Segundo a Lei do Retorno, para o nosso próprio porvindouro, em Abundância Plena, necessitados que somos, todos, não só do Pão Físico, mas, do sutil, Eterno: justo e perfeito.

Haja LUZ. Haja ÉTICA.

Porto Velho, 30 de dezembro de 2005.

Vitor Hugo Bitencourt da Silva

Sócio Fundador da Associação Rondoniense de Poesia – ACARP
Sócio efetivo e Comendador da Ordem da Confraria dos Poetas Brasil – OCPOETAS BRASIL
Doutorando
Web Site: http://www.vhbbrasil.recantodasletras.com.br
E-mail:vhbbrasil@vhbbrasil.recantodasletras.com.br/
vhbbrasil@yahoo.com.br




 
Prof Vitor
Enviado por Prof Vitor em 30/12/2005
Reeditado em 31/12/2014
Código do texto: T92347
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria do Prof. Vitor e o site www.recantodasletras.com.br).
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Prof Vitor
Porto Velho - Rondônia - Brasil
142 textos (19423 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 14:32)