Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMIZEDA

AMIZEDA

Quando nos afinamos com alguém, não interessa sua cor, sua religião, seu sexo, sua idade, nada, é imediato, já a adotamos, daqui por diante essa figura cresce para nós, faz papel de pai, mãe, irmão, irmã, professor e o principal, de amigo ou amiga.

Esse relacionamento acaba nos completando, recebemos e passamos também muita influência, adquirimos novos hábitos pela convivência e nos tornamos alguém melhor ou pior.

É tão forte esse casamento que em algumas vezes gera ciúmes de outras pessoas ligadas a qualquer uma das partes.

Enquanto somos jovens e não temos muita coisa material fica mais fácil para se relacionar, mesmo que haja comparação nenhum tem nada mesmo. Essa mesma situação é complicada com o passar do tempo, principalmente se um realiza mais que o outro, cria-se um motivo para comparar e achar que isso ou aquilo.

Para mim amizade sempre está cercada de interesse de ambas as partes, eu sempre procurei explorar o máximo possível das minhas amizades, mesmo não querendo, elas passam, quantas só ficaram na saudade, incrível que da mesma forma que se lembra e gostaria de encontrar um amigo, ele também tem essa vontade, tanto um como o outro não faz nada para promover um encontro e o tempo vai tentando apagar.

A verdadeira amizade é aquela que não se esgota, sempre há interesse de ambos, cada vez mais você admira seu amigo, reconhece suas virtudes, aponta seus defeitos, torce por ele, chora junto, sorri junto.

Quando você se cansa de alguém é porque acabou e se tiver que ficar se digladiando o melhor é romper, ter uma conversa sincera e finalizar.

Uma amizade se constrói a cada dia e geralmente através dela existe uma história envolvendo muitas outras pessoas, que sofrem ao ver a amizade se desgastando e gerando conflitos banais, matando aos poucos qualquer esperança de voltar a harmonia.


vladis.fernan@globo.com

Vladis
Enviado por Vladis em 17/01/2006
Código do texto: T100209
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vladis
Matão - São Paulo - Brasil, 57 anos
143 textos (61752 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:37)
Vladis