Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FILA DOS ILUDIDOS

Em 2.004 a Caixa Econômica Federal faturou 4,2 bilhões de reais com suas loterias e desse total mais de 2 bilhões foram repassados para atender a saúde, financiamento estudantil, esportes, cultura e segurança.
Só acumular uma boa grana formam-se filas nas lotéricas de todo o país, por exemplo o jogo da Mega-Sena sorteio 679 está se prevendo 50 milhões de prêmio para quem tiver a sorte de acertar as seis dezenas, lembre-se que é uma em 50.063.860 de combinações para apostas com seis dezenas.
Como brasileiro é bonzinho, solidário, faz questão de dividir o pouco que tem, em muitos casos nem se trata de sobras, é desviado de algum outro compromisso só para arriscar a sorte. Ele tem consciência de que está contribuindo com seus irmãos quer na área de Saúde, Ensino, Esportes, Cultura ou Segurança, já que a receita arrecadada com os impostos não é suficiente para atender a demanda social. O povo está preocupado com essas áreas e procura contribuir para minimizar os problemas e colaborar com o governo.
Nada disso corresponde a verdade, o que nós buscamos mesmo é ficar milionário através da loteria. Basta participar de uma fila na loteria, principalmente quando o prêmio está acumulado, para presenciar e admirar todo o tipo de pessoa, jovem, idoso, mulher, homem, todos buscam ganhar no jogo. O importante é participar, mesmo tendo uma chance em 50 milhões, melhor que nenhuma chance como quem não aposta, certo?
É legal sonhar, imaginar o que faria com tanta grana, a quem ajudaríamos, a felicidade que teríamos em proporcionar aos nossos queridos familiares e amigos, muita alegria, satisfazendo vontades, fazendo tudo que sempre quisemos e nunca pudemos, a falta do dinheiro nos impede de ter ou dar algo para quem a gente mais ama. Nossa, você fica horas sonhando, planejando e por esse momento você esquece de tudo, das suas contas, da sua fome, daquela roupa que está lhe faltando, entre tantas e tantas outras coisas mais, que a maioria de nós, infelizmente, engolimos e nos calamos porque não podemos consumir.
Quantas pessoas hoje vivem das loterias? São milhões que realmente ganham fazendo nosso jogo, imprimindo as cartelas, o pessoal da Informática, impressoras, suprimentos, os funcionários da Caixa, as entidades sociais, etc. Queremos que pelo menos o jogo seja honesto, não tenha espertalhões se aproveitando da nossa ilusão e levando nosso dinheiro, que foi investido ou colocado numa aposta, com muitos sonhos e desejos.
Costumo dizer que essa grana é amaldiçoada e o felizardo que a ganhar deve saber utilizar para não perder tudo, como sabemos, vem fácil, vai fácil.

A felicidade se conquista, ela está dentro de nós e o dinheiro é claro, ajuda a satisfazer nossas necessidades, desejos e vontades, mas nem sempre nos faz mais ou menos felizes, enquanto ver as pessoas bem, felizes e em paz, isso sim nos preenche e nos deixa muito mais realizado, pronto não estamos e sim somos felizes.

vladis.fernan@globo.com

Vladis
Enviado por Vladis em 09/02/2006
Código do texto: T109938
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vladis
Matão - São Paulo - Brasil, 57 anos
143 textos (61758 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 10:44)
Vladis