Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Me diz...

Que tipo de amor é esse que me tira a inspiração
Não consigo mais escrever meus sentimentos
Meus desejos, minhas vontades, meus anseios.
Por que as palavras fogem de minha mente e
Quando tento ordenar meus pensamentos
Somente tua imagem permanece intacta.
Tua voz que ouço mesmo quando estás em silêncio
Sonho contigo quando estou acordada
E dormindo me deleito em devaneios.
Será certo amar alguém assim
Sem nunca ter sentido na pele o calor
Nas mãos o toque, o contato real,
A magia de momentos a sós.

Não sei como definir meus sentimentos
Tem vezes que me sinto plena, amada.
Em outras me sinto perdida, isolada,
Sem saber qual rumo seguir, como reagir.
Tenho medo de acordar e ver que a realidade
É diferente daquilo que dizes sentir por mim,
Que sou apenas uma imagem, um som distante,
Que não posso suprir o carinho que você deseja,
Que fui apenas uma ilusão de momento, ou,
Quem sabe alguém com quem passar o tempo.

Quero tanto acreditar que sente o mesmo que eu,
Que tem por mim o mesmo afeto, as mesmas vontades,
E sente minha falta tanto quanto eu a sua.
São poucos momentos que desfrutamos juntos.
A distância é de certa forma aliada e inimiga
Se for real tudo que diz que sente por mim
Antes mesmo de ter visto minha realidade
E se for capaz de compreender minhas falhas,
Também minhas virtudes, se me aceitar como sou,
Saberei que se pode amar pela essência da alma,
E que você é como eu, que ama além do físico,
Que se completa em outra pessoa, se doa por inteiro.

Só quero entender, que tipo de amor é esse...
Não acredito em amor platônico, nem virtual,
Então porque estou tão envolvida com você.
Estou me sentindo como uma adolescente apaixonada,
Por um ídolo impossível de se ter, se tocar,
Aí vem a realidade e me mostra que já passei da idade
De me comportar assim, que tenho que ser realista,
Estar pronta para te receber ou te perder, sem mágoas.
Quero saber o que você fez para que eu me apaixonasse,
De que maneira você me envolveu, me seduziu,
Se disseres novamente que nada fez para isso acontecer:
Então porque, me diz, te amo tanto assim?

Adelaide Wlodkovski
07/12/2004
Ade Wlod
Enviado por Ade Wlod em 15/02/2006
Reeditado em 19/06/2009
Código do texto: T111983

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ade Wlod
São José dos Pinhais - Paraná - Brasil, 55 anos
59 textos (8524 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:28)
Ade Wlod