Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nosso cantinho

Uma casa simples,  pequena, a beira do mar,
vidraças transparentes, que escondem o interior
através de uma fina cortina branca esvoaçante,
um vaso com flores amarelas numa mesa de canto.
O agito do mar anuncia que em breve irá chover,
o vento forte  faz com que o portão se abra sózinho,
uma folha de jornal percorre o pequeno jardim
a rede na varanda balança sem ninguém embalar.
Despertamos ouvindo as gotas de chuva no telhado.
Relâmpagos cortam o céu  e  os trovões me assustam
me aninho em teu peito onde me sinto segura
me envolves com teus braços me protegendo
E assim nessa cena bucólica, quase irreal
tu pegas minhas mãos, sorri e diz - Vem
como crianças alegres saimos correndo na chuva,
mãos entrelaçadas, corpos nus, livres, felizes,
Quando estamos totalmente exaustos, sem folêgo,
procuramos um lugar onde nos abrigar, nos aquecer.
Abraçados caminhamos a passos lentos mas firmes,
nos olhando as vezes como se fosse a primeira vez,
outras vezes a última, vivemos a angústia da dúvida.
Tentamos em vão encontrar em um simples olhar
toda nossa vida, nossos momentos, nossa certeza.
Não sabemos o quê acontecerá em nosso amanhã,
sabemos apenas que importa esse dia que vivemos,
os momentos que estamos juntos e nos amamos.
Não nos importa o futuro, nem o resto do mundo,
percebemos então que nosso abrigo, nosso refúgio,
é o nosso cantinho, na pequena casa junto ao mar

Adelaide Wlodkovski
26/11/03

Ade Wlod
Enviado por Ade Wlod em 18/02/2006
Reeditado em 19/06/2009
Código do texto: T113295

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ade Wlod
São José dos Pinhais - Paraná - Brasil, 55 anos
59 textos (8524 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 13:57)
Ade Wlod