Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fim de caso

Você pediu e eu saí da tua vida.
Você nunca pode compreender o que eu senti por você.
Talvez não estivesse pronto para ser amado de uma forma tão especial como eu te amei, me comparou as pessoas que de alguma forma te magoaram e te fizeram sofrer, me tratou com tanta indiferença, me fez sentir como se eu fosse um animalzinho de estimação que você tem carinho, só que te incomoda e se faz necessário abandonar num canto qualquer contanto que esteja longe da tua vista.
Amo você de uma forma que nem eu mesma pensei ser capaz de amar, abri meu mundo pra você, me entreguei por inteiro, te coloquei no melhor pedaço do meu coração, te confortei quando isso foi preciso, te dei meu carinho, te tratei com tanta ternura, respeitei tua individualidade, te respeitei como homem e nunca te pedi nada em troca.
Sobrevivi com as migalhas do teu afeto, os teus momentos livres, os restos de carinho que você dedicou a outras pessoas e sobraram em algum lugar do teu coração, nunca pensei que eu fosse capaz de me contentar com tão pouco.
Agora de novo estou com um vazio enorme no meu peito, como se tivessem tirado o maior pedaço de mim, sei que ainda vai levar muito tempo até que eu supere essa dor, vão ser muitas noites sem conseguir dormir, molhando meu travesseiro com minhas lágrimas, buscando teu cheiro na nossa cama, buscando teu sorriso no escuro do quarto, revendo cada pedacinho de você em minha memória.
Sei que vou ouvir tua voz no silêncio das minhas madrugadas insones, sentir falta dos teus braços me envolvendo, sentir o gosto da tua pele, o calor do teu corpo. Agora pelo menos sei que poderei lembrar dos projetos que você fez para nós dois, dos planos que você fez, e pelo menos saber que em algum momento eu fiz parte da tua vida de uma forma especial, que em um momento por mínimo que seja você me viu como tua mulher, não sei se isso vai me servir de consolo ou será mais um motivo pra sofrer por saber que nunca irá se realizar. Não consigo controlar as lágrimas, foi uma noite tão longa e triste.Não tenho nenhum ombro amigo onde buscar refúgio e consolo pra tanta dor, tanta angústia.  Quanto tempo será necessário até que eu consiga superar essa solidão que invadiu o meu corpo, a minha alma e abalou tanto meu espírito, quanto tempo será preciso para poder voltar a me sentir inteira de novo.
Resta o consolo que saber que a melhor parte de mim, mesmo contra tua vontade irá te acompanhar por muito tempo ainda, o mais puro e verdadeiro amor que eu poderia sentir por alguém. Meu último e definitivo amor, porque sei que nunca mais irei amar, nunca mais irei procurar em outra pessoa a minha outra metade, fechei para sempre as portas do meu coração e joguei fora todas as chaves.
Não quero mais sofrer por amor.
Estou desistindo de ser mulher, a partir de agora serei apenas um ser humano que tem que terminar de criar sua prole e viver de boas lembranças, mesmo que em algum momento no futuro apesar das feridas estarem cicatrizadas, irá ainda derramar algumas lágrimas de saudade dos bons momentos vividos ao lado de alguém que nunca soube o quê é o amor.

Adelaide Wlodkovski
07/07/04
Ade Wlod
Enviado por Ade Wlod em 21/02/2006
Código do texto: T114728
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ade Wlod
São José dos Pinhais - Paraná - Brasil, 55 anos
59 textos (8529 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 11:34)
Ade Wlod