Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mágoas

Mais uma vez a indiferença, mais uma vez o silêncio.
Ate quando essa situação vai continuar,
Quanto tempo ainda eu terei que suportar isso,
Por quanto tempo eu serei capaz de
superar com paciência a falta de consideração,
de carinho, de cumplicidade e companheirismo.
Será que eu tenho tanto medo assim de sofrer
Aceito migalhas, vivo de restos, me contento com pouco.
Devo ser realmente uma pessoa desprezível, feia,
deselegante, alguém de quem se tem vergonha.
Talvez quem sabe eu não mereça afeto, carinho,
deva permanecer, muda, cega, surda, invisível,
quieta no meu canto apenas esperando sem reclamar.
Sinto-me um objeto em todos os sentidos.
Não sei o que fazer, o que pensar, como agir,
estou perdida, sem rumo, sem vontade de nada.
Será que vai ser sempre assim
Estou cansada, confusa, magoada, enfim acho que
devo tomar uma atitude, mas não sei qual, sei
Apenas que qualquer que seja minha reação eu irei sofrer.
se continuar assim, estarei sempre só e sem amor.
se eu for drástica posso me arrepender depois.
Preciso de respostas, mas não sei onde encontrá-las.

Adelaide Wlodkovski
05.04.2004


 

Ade Wlod
Enviado por Ade Wlod em 11/03/2006
Reeditado em 19/06/2009
Código do texto: T121855

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ade Wlod
São José dos Pinhais - Paraná - Brasil, 55 anos
59 textos (8527 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 04:04)
Ade Wlod