Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AS DUAS CADEIRAS.

uma cadeira ocupada
outra cadeira vazia
porque uma ocupada?
porque a outra vazia?
uma fala de amarguras,
lamenta o passado,
sente solidao
busca uma voz no silencio.
quem sabe
esvazia o coraçao.
a vazia ,porem,
calada,tudo escuta
ouve atentamente
o choro
ve a lagrima cair
ouve soluços.....
intercalados de risos
e...nada diz
mas a cadeira ocupada,porem,
so ouve sua voz e lamento
sabe que oque ouve é imaginario.
sabe tambem que nem o choro
nem a lagrima
vem do acaso.
cadeiras do consolo
de almas que sonham,
cadeiras imaginarias,
porem,nescessarias
aconchegantes na dor,
endeusadas na solidao,
ah.. cadeiras
ainda bem que so ouvem,
e compreendem quem precisa,
sao amigas confidentes,
companheiras inseparaveis
verdadeiras
autenticas,
nao sao belas
nem feias
sao mais humanas que muitos humanos
sao reais
e nos querem porque como nos
tambem gostam de companhia.
dora
Enviado por dora em 18/03/2006
Código do texto: T124781
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
dora
Chapecó - Santa Catarina - Brasil, 64 anos
179 textos (13782 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:33)
dora