Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESABAFO

Estou cansado do dia a dia
De ver as mesmas pessoas
Dos mesmos assuntos
Da falta de espaço
De oxigênio no ar
De prosseguir a luta
Sem treguas e nem paradas
E fingir que está tudo bem

Estou cansado de não dizer o que quero
De não poder mandar "longe" quem merece
De sorrir quando a vontade é de gritar
Da incompreensão do dia a dia
De ser poeta
Jogar perola aos porcos e porcas
E poucas vezes ver um sorriso amigo
Um gesto gentil de alguém

Estou cansado de ser julgado
De muitas vezes ser mal interpretado
De procurar auxílio
Na igreja católica
No centro espírita
Ou mesmo nas cartas ou no tarot
E sentir em mim uma angústia
Um sentimento de derrota
E frustação que me puxa para baixo
Mas, eu preciso prosseguir...

Será que alguém me entende e me ouve?
Ou será que sou uma voz no deserto?
pássaro poeta
Enviado por pássaro poeta em 06/04/2006
Código do texto: T134958

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
pássaro poeta
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
537 textos (101690 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:30)
pássaro poeta