Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

4CRÉDITO IMAGEM:www.cantinhospecial.turmadobar.com.br

Alguns dias depois   SÁBADO, MARÇO 05, 2005

Quando se é paciente - a paciência tem que fazer parte do dia a dia.
Com uma semana de atraso, consegui fazer a segunda quimioterapia.
Uma semana antes, o sistema imunológico havia se reprimido e os leucócitos estavam baixissimos, os segmentados então, nem se fala.
Resolvi apelar para cogumelos do sol, que sem ter nenhuma certeza, já venho acompanhado algumas pesquisas a respeito quanto ao aumento da imunidade.
Se verdadeiro ou não, tomei coragem e comprei este suplemento bem carinho.
Resultados do exame de sangue, por coincidência ou não, alteraram assustadoramente.
Talvez minha medula se protificou a mudar o rumo das coisas. Porém, não largarei este suplemento por enquanto.
Para se ter uma idéia, os Leucócitos de 2700 foram para 5000. Os segmentados de 352 para 2720.
Então, na dúvida ou não, continuo o tratamento, agregado a este suplemento alimentar.
Quanto a parte vermelha do sangue, estou fazendo uma terapia alternativa a base de suco de couve com beterraba e uma fruta. Além de estar comendo duas vezes por dia mamão com aveia. Não emagreci, nem engordei, estou mantendo o peso numa boa.
Ontem fiz a segunda quimioterapia e até agora, às 17:48 não senti nenhuma nausea, e nem o olfato ficou sensibiliado como da outra vez.
Os astral continua ótimo, apesar da Careca que resolvi assumir dentro do possível, pois, quando saio à rua e o sol está a pique uso um chapeu tipo caçador.
O que percebi que com chapéu ou careca não dá para passar despercebida. O melhor é encarar e sorrir quando der de cara com alguém lhe observando. Afinal, é uma situação diferente e é preciso que desmestifiquemos isso, sem medo, sem angustia.
Assim, podemos ajudar quem precisar passar por isso também, quebrando os preconceitos, fazendo da situação uma maneira diferente de encarar a doença.
Detesto quando olham pra mim com pena. Prefiro que sorriam para mim.
Tenho o compromisso de levar a sério o tratamento, mas também tenho o compromisso de não tornar o câncer uma pena de morte. A células troncos, finalmente liberadas, com toda certeza irão mudar o rumo da humanidade e é por isso, que quem possui uma doença grave precisa buscar energia para se disponibilizar a recebê-las. Para isso, tem que confiar nos nossos incansáveis pesquisadores brasileiros,que mesmo não sendo pagos à altura de seus trabalhos, são os nossos verdadeiros desbravadores da saúde.
Obrigada a eles, eu me orgulho muito do trabalho e da valentia de cada um deles.

Rosa Berg
Enviado por Rosa Berg em 29/04/2006
Reeditado em 29/04/2006
Código do texto: T147521

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rosa Berg
Juiz de Fora - Minas Gerais - Brasil
509 textos (71859 leituras)
30 áudios (5857 audições)
2 e-livros (2212 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:45)
Rosa Berg