Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ars - resposta

Cara amiga,
É na palavra que buscamos focar sentimentos
Esta bem como outras, são os meios
Se por um lado parecem extremamente frios
Se por muitas vezes nos batem com textinhos
Que beiram a infantilidade, o exotismo
Ou até a imbecilidade e ignorância
Mesmo assim, tem-se que ter bons olhos
O sentimento verdadeiro fica latente
E a mais simples das palavras
Remexem no fundo da alma
Eu não vejo outra maneira para escrever
Mesmo com todas as iras
Com toda a insanidade
E essa amarguras da vida
Escrever é como respirar
 
Às vezes me pego entre esses e outros textos,
Tantos textos que recebo,
E me vem um filme à mente
"Nunca te vi, sempre te amei"
O olhar que brilha quando se depara com o bom da vida!
 
Peixão89
-.-.-

Dra. Adriana Pires
Meu Sereio, bateu-me no peito uma enorme vontade de lhe dizer que estes foram os mais lindos poemas que li. Senti algo de Supremo no coração; como se tivesse transportando me para um diário sofrido porém feliz. Despertou dentro de mim uma saudade não sei de quem e uma vontade louca não sei de que. Sei que ao término da leitura de todos eles, meu rosto estava lavado  por lágrimas com gosto de desabafo e confissão. Esta mulher aparentemente metálica e as vezes cibernética, sentiu dentro de si algo batendo, por fim, percebeu que ainda tem um coração. Muito obrigada.
Beijos,
Adriana
Peixão
Enviado por Peixão em 31/05/2005
Código do texto: T20968
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120252 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:38)
Peixão