Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ACIMA DE TODAS AS COISAS

Com ou sem sol na sua janela, com o ou sem o vapor do café a esquentar seu nariz – assim mesmo cumpre-se a rotina cósmica de um dia atrás do outro.
Com ou sem o seu primeiro sorriso mal as primeiras luzes da manhã iluminem seu rosto, assim os dias nascem independente da sua dor ou da sua alegria.
Assim, caro amigo, basta ser apenas um pouco sensível para saber que o Universo não depende de nós e que nós não somos o seu centro.
Mas basta amar – um pouco que seja (se é que se pode mensurar pouco ou muito quando se ama) – para que você sinta que podemos estar acima de todas as coisas.
Abra seu coração. Abra seus lábios e diga que o Amor tocou-lhe a alma.
Porém se não puder ou não souber fazê-lo... Sim, tudo estará muito acima de você, e o Universo continuará a cumprir um destino que ainda não sabemos... Mas que na certa fica muito mais fácil de compreendê-lo quando se ama.
Raimundo de Moraes
Enviado por Raimundo de Moraes em 09/06/2005
Código do texto: T23356

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Raimundo de Moraes
Recife - Pernambuco - Brasil
43 textos (8350 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:45)
Raimundo de Moraes