Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ao amigo Poeta...

Respondendo a belíssima mensagem:
 “Lembranças Românticas Para o Dia dos Namorados”
  De: Marcial Salaverry ...

Amigo Marcial, mensagens como estas precisam ser divulgadas de todas as formas: propagadas, recitadas, declamadas!...
   Concordando em tudo que, com elegância, conhecimento e trato expusestes, cumprimento-o com admiração e carinho!
Digo, no entanto que elas, nós, as mulheres pedem perdão!
Eu peço pelas, que não sabem  que seres humanos, só se diferem na roupagem física, envergada em cada etapa de vida, de acordo com sua necessidade de aprendizagem! Na essência somos todos iguais!
Tão  certo é isso, que carregamos em nós o arrojo de guerreiros que sofregamente age, ainda com espírito de luta, pra ganhar uma guerra na qual nos julgamos vítimas! Éramos!
E, em alguns casos algumas mulheres são! Pois não desconhecemos os fatos, tão fartamente divulgados, da situação alarmante e deplorável que algumas mulheres vivem neste planeta!
Mas “o tempo” que peço é para as ditas emancipadas, cultas, confusas em sua atuação, estereotipadas, sem interesse nem tempo para “cair na real” (vamos usar gíria do nosso tempo)? Tudo que a mulher criticava e acusava no homem, infelizmente pratica hoje! E, com aquele requinte debochado de quem vai à forra, se vinga, faz revanche!
   O homem (regra geral) era desatencioso com a família? Ela também é!
Ele traía a confiança do cônjuge? Ela também o faz!
Hoje a mulher repete os erros dos homens não por ser rude, ignorante, inculta! Faz de caso pensado!
Ela não queria mostrar sua capacidade, intelectualidade, sensibilidade e poder... (Se queria, perdeu o rumo!) Mas também e infelizmente, tripudiar, cuspir, escarrar! Ser igual ou pior aquele que ela acusava de déspota, autoritário, rude, insensível ou modernamente falando, grosso!
Sabe a estória de quem detesta serpente, mas pode ser tão perigosa quanto ela? Mesmo com asco, pisa-lhe a cabeça, esmaga-a e, em transe não consegue tirar o pé de cima? É a figura da mulher que se emancipa em tudo, menos nos sentimentos, evoluindo-os mais, sendo generosa no perdão, na compreensão e na solidariedade e companheirismo.
Andar lado a lado com o homem, de mãos dadas, sem a dor da competição ferrenha um contra o outro! É necessário reaprender olhar de frente, olho no olho cultivar e cativar a amizade, não "ganhar" o outro incutindo medo ou estimulando disputas! Exemplificar mais e ensinar menos... Muito menos dessa maneira desastrosa!
A mulher tem que correr atrás de sua dignidade e respeito! Ela tá perdendo, se banalizando, há muito indo às raias da vulgaridade!
Evoluir é fazer melhor algo (que pode ser uma estória) diferente!
   Sou mulher! Nem antiquada nem moderna: as duas coisas!
Atemporal, digamos assim! Sem alienação! Na paz! Independente de religião! Inteligente, sensível, romântica!
Apenas mulher, avó, mãe, amante, namorada e namorante!
Amo um homem inteligente, sensível, romântico.
Ah, acho relevante ter paciência pra namorar, desde o momento que conhecemos o outro!
Deixarmos nossos sentimentos falarem mais alto que o grito dos hormônios! Procurarmos conhecer mais profundamente, “naquele lance” de alma antes do corpo! (Foi assim com meu namorado) Este foi o segundo ato do nosso abraço depois que nossos olhos penetraram além das órbitas e encontraram-se no jardim das afinidades, atapetados de amizade... todo florido de alegrias multicores, e o perfume? Exalava fragrância rara: Confiança e Respeito! A nota máxima “fixante”, que não fica na pele, mas na alma dos amantes? AMOR: A melhor MATÉRIA pra se aprender junto!
Feliz Dia dos Namorados!
Que sejam dias inesquecíveis! rs
Ps:
A quem interessar possa, só vista a carapuça se identificar-se com a mulher citada! Caso contrário, vamos em frente!
Criando e vivendo num mundo novo e diferente! rs
Com amor,
Marilú
Marilu Santana
Enviado por Marilu Santana em 11/06/2005
Reeditado em 11/06/2005
Código do texto: T23921
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Marilu Santana
Paulista - Pernambuco - Brasil
204 textos (37058 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:47)
Marilu Santana