Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MOMENTOS DE DESESPERO.

Como uma fênix guerreira,
Tento ressurgir a cada manhã,
Alimentando minha expectativa,
E esperança nas pequenas mudanças,
Que se fazem necessárias,
Para que possamos ser felizes,
Um ao lado do outro,
Sem problemas e sem culpas.
Porem, quando algo dá errado,
Tenho momentos de desespero,
Por te desejar e te querer tanto,
Pois o amor só tem sentido,
Quando os dois o querem de fato,
E às vezes sinto que estou só,
Nesta luta doida por amor...
Pois estando do lado de fora,
Vejo a solução dos problemas,
Com muita clareza e simplicidade,
Olhando para a imensidão do meu coração,
Que o quer guiar nesta caminhada...
Mas você com medo, manifesta fraqueza,
Desacreditando nos meus sentimentos,
Que de forma pura e verdadeira,
Existem para te fazer feliz eternamente.
Mas em meio a tantas duvidas me pergunto,
O que faço com a insegurança e o medo que te domina?
O que faço com minha expectativa, se você não me ouve?
O que faço com o medo que tenho de te perder?...
Não sei...Mas será que voce pode fazer algo por nós?

Glaucia Duarte
Enviado por Glaucia Duarte em 26/09/2006
Reeditado em 29/09/2006
Código do texto: T249462

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Glaucia Duarte
Caraguatatuba - São Paulo - Brasil
1955 textos (250911 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:59)
Glaucia Duarte