Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DRAMA DE UM APAIXONADO

Quando  a  conheci,  eu  tinha dezesseis anos,  ela, eu não sei, fomos apresentados por um carinha que se dizia meu amigo, foi amor à primeira vista, nosso amor ascendeu a um ponto que eu já não podia mais viver sem ela, mas era um amor proibido, meus pais não aceitavam, fui repreendido na escola, passamos a nos encontrar às escondidas, até que não deu mais, fiquei louco, eu a queria e não a tinha, eu não podia permitir que me afastassem dela, eu a amava, eu a queria, eu a desejava, bati o carro, quebrei tudo dentro de casa, roubei, quase matei minha família, estava louco, precisava dela, não podia viver sem ela.
     
     Hoje, tenho dezenove anos, estou internado num hospital, sou um inútil e sei que vou morrer, abandonado por meus pais, pelos meus amigos, e por ela, quer saber seu nome? Cocaína.
       
      Meu amor, minha destruição, sabe? Devo tudo a ela e também, minha vida, meu desespero e minha morte.-----D R O G A!!!
daniel de castro
Enviado por daniel de castro em 19/10/2006
Código do texto: T268202
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
daniel de castro
Jacareí - São Paulo - Brasil
51 textos (7418 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 07:26)
daniel de castro