Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Retrato do Cínico

Não tenho formas nem contornos.
Vivo da graça sem graça.
Acredito e sigo uma miragem tortuosa e obscura.
Que de nada me adianta.
Me escondo na sombra com medo do sol.
Mas brigo e critíco sem dó.
Mas quando o assunto sou eu, olhe lá...
Pense no que vai falar.
Trago comigo apenas um par de sorrisos
Um que lembra o de alguem feliz e o outro é o mais irônico que encontrei.
Contra vocês uso apenas as palavras.
Tenho o dom de ferir sem um dedo levantar.
No peito tenho a falsidade tatuada.
Sigo em frente vivendo a farsa que trajei.
Realizo meu gostos e desejos duvidosos.
Falo alto e grito pra quem quiser ouvir minhas bobagens insanas.
Insanas para os outros porque pra mim fazem todo o sentido.
Minha descência larguei na sarjeta.
E minha dignidade na gaveta da sala.
Sou gelado, sou frio e calculista.
Sou cínico por natureza.
Thais Campidelli de Freitas
Enviado por Thais Campidelli de Freitas em 20/10/2006
Código do texto: T269466
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Thais Campidelli de Freitas
Campinas - São Paulo - Brasil, 28 anos
32 textos (2950 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 05:09)
Thais Campidelli de Freitas