Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vida: Autores e Protagonistas

Costuma-se dizer, que as coisas são como são, que a vida, é o que é, e pronto. Um absoluto determinismo, uma condição inapelável...
Depende:
Uma pessoa comum, diante de um bloco de pedra, verá apenas um bloco de pedra, mas sob o olhar de um artista, começará a nascer uma bela escultura.
Para um perdedor, qualquer revés é motivo para desespero, para um vencedor, o maior dos problemas, se afigura como um instigante e irresistível desafio à superação.
Um pessimista reclama dos espinhos da rosa, o realista não ignora os espinhos, mas opta por usufluir da beleza perfumosa de sua composição.
Um cético, agasta-se e sucumbe à menor das dores, um homem de espírito, vê o mais agudo sofrimento, com a resignação e a coragem das almas maduras, que acreditam na vida e confiam em Deus.
Alguns, estagnam nas dificuldades, outros criam soluções.
Tem gente que vive indefinidamente a esperar o momento oportuno. Tem gente, que faz os seus momentos, que faz acontecer.
Há os que vivem a se lamentar da vida, e os que vivem a vida.
Alguns supervalorizam os episódios tristes, outros garimpam os momentos felizes, que lhes orvalham o ser.
Para um analfabeto, um poema de Pessoa, não passa de rabiscos indecifráveis e insignificantes. Para alguém letrado e culto, é muito mais que um poema de Pessoa.
Cada um, percebe as mesmas coisas e situações, de modo diverso e relativo, tudo é o que fazemos ser:
Se quisermos ser coitadinhos, coitadinhos seremos.
Se desejarmos fazer a diferença, assim será.
O sonho e a realidade, não são antagônicos, o sonho é a nascente das realizações.
Não somos marionetes do destino, somos autores e protagonistas do nosso desiderato.
Cada um que lê esse texto, lê um texto diferente, ainda que esteja lendo o mesmo texto. O mesmo ocorre com a leitura e interpretação do existir.

Antonio Pereira (APON)
http://www.aponarte.com.br
Antonio Pereira APON
Enviado por Antonio Pereira APON em 28/10/2006
Reeditado em 14/07/2010
Código do texto: T276082

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (http://www.aponarte.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antonio Pereira APON
Salvador - Bahia - Brasil, 52 anos
158 textos (33937 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:39)
Antonio Pereira APON