Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESPERANÇA

A vida por vezes é ingrata
Tira-nos a vontade de viver
Traz-nos o mal, mas também a força
A força para vencer

É assim que eu me sinto
Depois de tudo o que aconteceu
Descobri que vivo condenada
A algo que não posso esquecer

Cada dia ao acordar
E sinto que posso andar
Dou graças a Deus
Por ELE não me abandonar

Um dia, quem sabe
O que me pode acontecer
Só a Deus pertence a resposta
Mas só lhe peço para não sofrer

Apesar de todo este mal
Ainda me sinto esperançada
De um dia ao acordar
Perceber que estava errada

Vivo um dia de cada vez
Amo cada momento da minha vida
Dou valor a pequenas coisas
De uma forma muito sentida

Toda a vida ouvi dizer
Que o valor das coisas é relativo
E que só percebemos o seu valor
Quando as perdemos quase em definitivo!



ESTE POEMA É A EXPRESSÃO DO MEU SENTIMENTO POR UMA DOENÇA CRÓNICA DE QUE SOU PORTADORA




paula francisco
Enviado por paula francisco em 31/10/2006
Código do texto: T278766
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
paula francisco
Portugal
50 textos (7145 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 13:06)