Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A vida são constantes
Embarques e desembarques
Construções e reconstruções
Começos e recomeços
E neste antagonismo
Constatamos a maneira ínfima
Que por vezes tratamos as situações
Que cruzam o nosso caminho
E também a forma perfunctória 
Com que agimos em determinados casos....
E assim vamos aprendendo, caindo e levantando
Sorrindo e chorando, apaixonando-se e descobrindo
Que o que parece ser não o é...
Mas as lutas e experências passadas 
Nunca são em Vão
Porque nos fazem fortes, 
Em alguns casos torna nos imunes,
Faz nos perceber a beleza de pequenas
Beldades da natureza, do natural
Como é belo contemplar as estrelas
Sentir a brisa...
Ouvir as ondas espalharem-se nos calhaus
O Sol ao nascer, e ou partir
Estes são os mais lindos espetáculos 
E independendo dos antagonimos ou paradoxos...
Devemos pensar e  lembrar do termo em latim
CARPE DIEM...
pois:
errando corrigitur error
est modus in rebus
ad impossibilia memo tenetur
abusus non tollit usum
Enfim estamos sempre
Aprendendo a aprender...


Carolzita
Enviado por Carolzita em 01/11/2006
Código do texto: T279488

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Caroline Silva). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Carolzita
Portugal, 42 anos
453 textos (61654 leituras)
5 e-livros (749 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:26)
Carolzita