Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

déjá vu

 Tentei acreditar e quisera eu a vida inteira, saber que o mundo dá voltas mesmo, e que um dia, estaria eu, no déjá vu do nosso amor. Mas ao contrário de antes, conspirando ao meu favor. Tudo ao meu favor.
 Tirei de mim um amor infinito, sem mágoas, renunciando ressentimentos. E tu, tiraste de mim o meu tal orgulho. Deixaste tudo tão machucado, tão ferido, que procurei outra costa.
Eis o motivo da minha ida sem volta.
Eu queria mar. Havia cansado de coisas pequenas.
Encontrei e foi tão bom. O mar era azul e transparente. Tanto quanto o meu entendimento.
 A vida se tornou mais clara, tudo ficou mais claro.
Eu só não esperava que voltasse assim, cheio de solidão. Apesar de teres uma bacia carregada de frutos, voltaste na hora errada. Perdão querido.
Camila C
Enviado por Camila C em 26/06/2005
Reeditado em 26/06/2005
Código do texto: T27994
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Camila C
Estados Unidos
25 textos (3769 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:25)
Camila C