Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A GENTE SE ACOSTUMA!

A gente se acostuma
com o lixo nas calçadas
quando desviamos pela rua
acostumamos com os viciados
quando passamos a não vê-los
acostuma com a violência
quando compra segurança.
A gente se acostuma com a dor
quando fecha os olhos
e adormece sem lágrimas
acostuma com o trânsito infernal
ao comprar mais um carro
e com o corre-corre
quando se apressa por dentro.
A gente se acostuma
com a fome dos outros
quando disperdiça alimentos
acostumamos a esquecer sonhos
por acreditar que a esperança
é a última que morre
acostumamos com pouco
com medo do muito.
A gente se acostuma
a se auto medicar
porque fabrica doenças
se acostuma com a solidão
por medo de ficar sozinho
e de tanto se acostumar
criamos costumes que enfeiam a alma.
Acostume-se com a idéia
de que todos somos autores
e de que cada dia nasce em branco
acostume-se a rir
bem mais do que chorar
a ouvir bem mais do que falar em vão.
Acostume-se a agradecer
bem mais do que pedir
e assim você poderá
criar costumes novos
que acariciam a alma.
A gente quando quer...
se acostuma!


ELAINE SPANI
ELAINE SPANI
Enviado por ELAINE SPANI em 13/11/2006
Reeditado em 06/01/2007
Código do texto: T290095
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ELAINE SPANI
São Paulo - São Paulo - Brasil, 42 anos
247 textos (11643 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 07:57)
ELAINE SPANI