Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vida minha

Penitências.
Recados não dados.
Estórias mal contadas.
Más línguas, por mim, idolatradas.
Sabes que passei um mal bocado e quão frio foste com minha súplica!
Mas vida minha, eu te amei.
Amaste tanto o errado, que o certo, despercebido passou por ti.
Sei que não fui a melhor das mulheres, a melhor amante, a melhor amiga, a carne perfeita. E sabe-se lá se a recíproca foi verdadeira.
Tens a tua vida e agora lutas tanto contra o passado.
E ele veio à tona, com os anos que passamos juntos; com saudades.
Vida minha, você cresce e aprende. Erra! Ô se erra!
Até mais que a ferida aguenta, se sofre.
Mas eu ouvi falar que tudo passa, e não é que passou?
Ei moço bonito, é tua vez de andar. Não fiques aí parado como eu fiquei.
Relembrar?
Pode ouvir aquela música. Uma vez só, pra não sofreres com o vazio. Ouviu?
Camila C
Enviado por Camila C em 30/06/2005
Código do texto: T29643
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Camila C
Estados Unidos
25 textos (3769 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 22:27)
Camila C