Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VIA LÁCTEA

 
                                                                                                   
                                                       
Hoje eu te desenho asas.
Asas que na imensidão da vida, te levem ao infinito
bem  distante de mim.
Neste espaço, quero vagar no final do universo
qual um astro indefinido...e ao longe, e só para ti...
ser algo parecido com “nunca ter existido”.
Quiçá um vácuo, desprendido da órbita do nada,
amorfo e indiferente.
Hoje eu te desenho asas.
Qual um planeta alado: -voa, voa, voa!
Quero te ver sumir nesta trajetória sem volta,
atravessar a escuridão Láctea...
e mergulhar esvaecido,
no mistério do tempo.

                                                              SP,05-07-2004
                     

MAVI
Enviado por MAVI em 22/11/2006
Código do texto: T297920

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MAVI
São Paulo - São Paulo - Brasil, 56 anos
5331 textos (331743 leituras)
987 áudios (86560 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 16:07)
MAVI