Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sonhos desfeitos

Saiu de casa cedinho
Na esperança de voltar,
Rezando junto com o filho
O autor da humanidade.

Distante longe dali
A alegria findou.

Muitos irão relembrar
aonde a estória findou
Roubado pelo próprio destino,
Tombou na serra da morte
A esperança de rever o filho que amou.

Levando como bagagem
A saudade do seu lar.

Do trabalho nada restou - lhe
O sonho foi interminado,
A última página da vida
O sonho de um caminhoneiro
O próprio destino escreveu.
Lúcio Barbosa
Enviado por Lúcio Barbosa em 25/11/2006
Código do texto: T301422
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lúcio Barbosa
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 51 anos
59 textos (5595 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 18:16)
Lúcio Barbosa