Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Convite

Convite
Ouça! Apenas o tempo necessário.
Meu tom pode estar fora
ou dentro ou flutuando
mas essa sua pressa, não tenho.
Vou correr do quê?
Ou para que?
O tempo gira completamente redondo.
Aliás, tudo é redondo. Dessa forma, se correr estarei voltando. Não quero voltar.
Vou buscar a cor da sombra. Gostaria de ir comigo?
Vou planar sobre copas. Observar.
E ouvir canoros sons.
Palpáveis.
Não terão lamentos
porque o fugaz momento
é de paz. Vamos? Caso aceite,
leva consigo uma nuvem d’água,
um caderno para notas,
um motivo para estar.
Mas se for, siga as curvas
porque as retas são traiçoeiras,
são insensatas e próximas demais.
Não valem o sacrifício do andar.
Estou indo. Siga-me ou não.
De alguma forma sei que nos encontraremos.
Mesmo que demore ciclos.
Peço que não apague os meus rastos
E nem procure pela minha sombra
porque é meio dia.
Ela ainda está dentro de mim.
Intacta! Apesar da ansiedade
que a ausência da cor lhe deixou.
Vou por instinto
sem trajetos específicos.
Mas anjos me dizem
que estrelas nascerão
E o Sol, ainda tão indeciso,
surgirá como um grito
libertando a sombra em forma
                     de riscos.
(Aceito os riscos como forma
exclusiva de libertação.)
Acompanha-me? Ótimo.
Já era hora.
Dora Leal
Enviado por Dora Leal em 29/11/2006
Código do texto: T305173

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Dôra Leal). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dora Leal
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
501 textos (25404 leituras)
1 e-livros (38 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:27)
Dora Leal