CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

MEUS 60 ANOS

                           MEUS 60 ANOS

Oito de setembro de 2011, é um dia qualquer, mas não é um dia comum. É o dia do meu aniversario de 60 anos. Mais de meio século de vida. Nem acredito!.. até parece que o tempo se perdeu no tempo e calculou o meu tempo errado... Mas a verdade é que acabo de ser tutelado pela Lei Nº 10.741 de 1º de oubro de 2003 que dispõe sobre o Estatudo do Idoso.
Alguns privilégios como estacionamento exclusivo nos Shoppings, caixas especiais nos Bancos, isenção de filas, pagamento de meio ingresso nas Casas de Espetáculos, me alcançaram, certamente. Mas o maior privilégio mesmo, é o fato de eu estar vivo para desfrutar de tudo isso e escrever a  minha história.
Ao nascer, perdi o aconchego, a segurança e a proteção do útero da minha mãe; a partir de então, passei a viver por minha conta, sozinho, nos braços do mundo que da mesma forma que me acolheu, me assustou... Ao tornar-me um sexagenário, fiz as minhas contas e descobri que terei menos tempo para viver daqui para frente do que já vivi até agora. Tenho muito mais passado do que futuro; estou cônscio, pois, que nenhum instante da minha vida se repetirá e nunca terei uma nova oportunidade para viver o atual momento. No dizer de Fernando Pessoa, “O próprio viver é morrer, porque não temos um dia a mais na nossa vida que não tenhamos, nisso, um dia a menos nela”.
Olharei para trás com gratidão e para frente com muita fé! Farei uma festa pra lembrar o que me resta e celebrarei o presente com muita alegria e sem nenhuma pressa... O “HOJE” para mim é muito importante. Quero levantar um brinde à vida, fortalecer-me de boas lembranças e reestruturar um novo dia. Quero  escrever uma nova história, viver o novo e esperançar... Quero tomar consciência do que sou hoje, sem me preocupar com o que se foi ou será. Quero ser mais seletivo, aprender a dar prioridades e deixar de me chatear com bobagens. Quero sair da mesmice e fugir dos chatos de plantão que se ocupam de importunar...
Aos 60 anos, intelectualmente a minha vida melhorou. Do ponto de vista físico, nem tanto. Embora eu tenha uma cabeça jovem e atual, sinto falta da energia dos 20 anos para fazer frente ao pensamento moderno. Aos 60 anos, certifico-me que uma série de decisões não poderá esperar mais. Essa idade tão fugaz na minha vida chama-se “PRESENTE” e tem  a duração do instante que passa...
Estou envelhecendo, é verdade. A velhice é um processo pessoal, natural, indiscutível e inevitável, para qualquer ser humano, na evolução da vida. Estou cônscio, pois, que tenho que aceitar as mudanças biológicas, fisiológicas e econômicas que compõe o meu cotidiano. - Contudo, quero envelhecer com dignidade e, sobretudo com sabedoria. Quero tornar mais amável para mim, menos crítico de mim mesmo e ser meu melhor amigo. A idade mais bela não é a jovem ou adolescente. A mais bela idade é aquela em que estamos vivos e vivendo. Jamais brigarei com o tempo. O tempo que vivi é o relicário onde guardo as minhas experiências que poderão ser úteis para os que dependem da minha orientação.
Aprendi com “Cora Coralina” que o saber a gente aprende com os Mestres e os livros; a sabedoria aprendemos com a vida e com os humildes... Aprendi também, a gostar de  mim, a cuidar de mim e, principalmente, a gostar de quem gosta de mim... Minha família e meus confiáveis amigos.
Com Chico Xavier, aprendi que não posso, nunca, de jeito nenhum, amar mais ou menos, sonhar mais ou menos, ser amigo mais ou menos, ter fé mais ou menos e acreditar mais ou menos. - Senão corro o risco de tornar-me uma pessoa mais ou menos... Quero ser pleno e verdadeiro por inteiro.
Sou agradecido a Deus por ter vivido o suficiente para ter meus cabelos grisalhos, e ter os risos da juventude  gravados para sempre em sulcos profundos em meu rosto. Estou Feliz por ser um sexagenário, pronto e com disposição para viver mais 40 anos... Se Deus quiser!!!
FELIZ ANIVERSÁRIO PRA MIM!!!
SP,08/09/2011



Leonam Obol
Enviado por Leonam Obol em 10/10/2011
Código do texto: T3269208
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Leonam Obol
São Paulo - São Paulo - Brasil, 62 anos
66 textos (9043 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/04/14 22:06)