Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Bluemaedel no Face

Esta semana, abri uma conta no Facebook; a contragosto, claro, mas tive que fazê-lo. Queria ter acesso a certas coisas que estão lá dentro e divulgar mais o meu trabalho, coisa imprescindível pra quem só publica na Internet, como eu. Quando comecei a escrever no Bluemaedel, entre 2007 e 2008, eu não tinha nenhuma pretensão literária. Daí comecei a fazer cursos na área, fui me interessando cada vez mais pela arte e, aos poucos, fui vendo minha escrita e propósitos se transformarem. E se antes eu não pensava tanto num público, agora tenho que pensar mais. Escrever é bom, o chato é ter que divulgar o que se escreve e como Isabel Allende gosta de declarar: no me gusta hacer gira de libros. O escritor que faz tudo sozinho - cria, edita, revisa e publica - tem que também passar pela prova da divulgação. Daí a necessidade das mídias sociais. Por outro lado, sociabilidade em demasia pode pôr a arte em risco: quanto mais introspectivo o autor, melhor é sua escrita, ou seja, tudo tem que se balancear, meu escritor interno é um ermitão convicto e eu não posso querer mudá-lo, sob pena de não ter mais razão para escrever. Bom, é isso! E já que não posso abrir mão das mídias sociais, tentarei aproveitá-las o melhor. Vamos ver se consigo!


Texto originalmente publicado no Bluemaedel
(bluemaedel.blogspot.com)
Helena Frenzel
Enviado por Helena Frenzel em 25/08/2012
Código do texto: T3848216
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Helena Frenzel
Alemanha
487 textos (36207 leituras)
47 áudios (2337 audições)
45 e-livros (1936 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/11/17 17:41)
Helena Frenzel