Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Teste de Gravidez deu Positivo

               Lembro-me como se fosse ontem, quando fizemos aquele teste de gravidez de farmácia. Era mesmo o nosso filho que já vivia em meu ventre.
               Acompanhou-me todos os meses ao obstetra, trouxe-me revistas relacionadas à maternidade, com dedicatórias, coisa difícil de sair, umas letrinhas suas, afinal a escritora da família sou eu.
               Não esqueço a sua cara de bobo, encostado na parede do lado de fora do CENTRO CIRÚRGICO, quando eu saí de lá, na maca, ainda tonta, pela novidade de SER MÃE e, ainda por cima, de um bebê fora dos padrões de peso e altura.
               Creio que você também estava meio “fora de órbita” com a novidade de ser pai. Eu estava sonolenta e só vi um sorrisinho amarelado de sol, no canto da tua boca e o teu comentário, sutil como uma revoada de rinocerontes: - É grande ele né ???
               Viemos para casa com o nosso pacotinho de açúcar de 5 kg e 54 cm, que não nos deu trabalho, esse menino, até hoje em sua pré-adolescência, um filhote que só nos dá alegrias, mesmo sendo tão precoce.
               Três anos mais tarde, lá estava você, encostado na parede do lado de fora do centro cirúrgico, e eu, mais madura e menos sonolenta disse-lhe: - Ela é linda! Disseram que é parecida com a mãe, mas acho que não é!
               E da mesma forma voltamos com nossa lindeza de olhos azuis, que só deu trabalho no susto com a suspeita da Síndrome de Raye, que graças a Deus, não passou de uma Urticária Gigante, e uns medicamentos de criança rica.
               Enfim, já comemorastes, desde então 14 vezes o DIA DOS PAIS, já recebestes chinelos com o símbolo do GRÊMIO que nunca usou, porta-lápis com desenho do pokemón, camisetas com frases “papailinas”... 
               Este ano, a novidade é não ter presentes.
               Só esse agradecimento através das ondas da NET:
               Obrigada!
               Por ter-me amado, e escolhido para ser a MÃE dos teus filhos.
               Pela ajuda nas madrugadas frias, nas trocas de fraldas, nos panos quentes na barriguinha.
               Obrigada por ter decidido pelos FILHOS, pela VIDA.
               Obrigada por esconder das crianças que voltou a fumar. Hoje entendo que era zelo, embora não concorde com nenhuma das duas atitudes.
               Obrigada por ter amado a mim, verdadeiramente, quando depositou a tua parte no INTEIRO de cada um dos nossos rebentos.
               Há uma vida inteira pela frente, e o AMOR não é apenas uma palavra. O AMOR SE FAZ, ao caminhar.Não se prive desta linda caminhada ao lado dessas delícias de nós, nossos filhos.
               FELIZ DIA DOS PAIS

               Bímbola mãe, bimbolinhozão e bimbolinha caçula
Lili Maia
Enviado por Lili Maia em 13/08/2005
Reeditado em 05/05/2010
Código do texto: T42437

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lili Maia
Curitiba - Paraná - Brasil
484 textos (66685 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 06:56)
Lili Maia