Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"Mas em um momento se vive uma vida"

"Mas em um momento se vive uma vida"

 

TEXTO DE ZELISA CAMARGO

A LOBA DO CERRADO

nunca se esqueçam que a vida é feita de momentos,

vividos intensamente, momentos, presentes momentos

que devemos elevar nosso ser e amor à toda a humanidade

para que tudo possa transmutar em uma energia de amor.

Que esse dia um minuto de silencio seja elevado a todas

as crianças, mãe sofredoras, pessoal que passam por todas

as lamurias e miséria desse infinito mundo.

Que todos eles possam ter a força necessária para viverem

o momento presente deles e assim sucessivamente

até o findarmos aqui nesse planeta.

O iniciar muitas vezes nem sempre é alegria,

vivemos num mundo de Maya , onde o champanhe

escorre como cascatas

inundando as ilusões que carregamos n'alma,

mas ao acordar sentimos na carne que o momento

é sempre um presente vivido a cada instante

e modificado inesperadamente.

Vivam e permitam-se ser feliz

e deixem as guerras lutarem sozinhas,

não as alimentemos mais,

mudemos essa energia do planeta

em amor

no doar nossas mãos importa o credo,

raça, pois não somos raça,

mas seres HUMANOS O QUE DIFERE

e um dia isso será entendido na integra.

Dêem tempo ao tempo,

pois tudo tem sua hora

e a nossa é chegada.

AQUARIUS ENTRA COM TUDO

devastando, destruindo, renovando,.

isso também será entendido a cada passar

de épocas.

Não foi a primeira e nem será a ultima,

então vamos bailar, cantar e nos permitirmos sermos

felizes e amar o que se encontra ao nosso lado

e não termos vergonha de gritar ao mundo

EU TE AMO  AMIGO

Beijos em cada coração, nos meus amigos, nos que me gostam,.

nos que pretendem me matar a cada dia, nos que me odeiam

grata sou a todos, pois me fortalecem

esse samba canção e eu como Fênix

sempre renasço das cinzas de mim mesmo.

Peito aberto

nativa

guerreira

sem medo de viver e amar.

Assim sou eu

zelisa camargo

a loba do cerrado que uiva pela mãe terra,

á águia dourada, pedindo passagem para levantar seu vôo e levar

a palavra do amor.

Namastê e um lindo 2005

zel




ZEL
Enviado por ZEL em 13/02/2005
Código do texto: T4353
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ZEL
Aparecida de Goiânia - Goiás - Brasil, 69 anos
311 textos (33906 leituras)
8 e-livros (802 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/16 21:11)
ZEL