Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Até quando esperar?

Será que já paramos para pensar sobre o esperar?
Será que não percebemos que sempre estamos esperando algo, alguma coisa ou alguém?
Será que sem querer nos fechamosem nosso mundo em um constante rebuscar?
É ... parece que estamos passando sutilmente pelo mundo, mas...que mundo? o mundo real ou apenas o mundo das ilusões que sofregamente costumamos idealizar para nós mesmos?
è...esperar as vezes vale muito a pena, mas as vezes dá pena esperar, pena de nós e pena de algo ou alguém que nunca chegou e que achamos tenazmente que chegaria... e enfim de tanto esperar o cansaço e o desânimo chegam, nos dominas e nos tornam pessoas amórficas sem forças para reagir diante do tudo e nos reerguer diante do nada, mas como já disse um poeta lusitano...Navegar é preciso...viver não é preciso..." porém precisamos estar vivos para sentir o doce marulho das águas em nosso navegar pelaq vida.
Carlos Augusto Machado Mouzinho
Enviado por Carlos Augusto Machado Mouzinho em 07/10/2005
Código do texto: T57602
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlos Augusto Machado Mouzinho
Belém - Pará - Brasil
10 textos (313 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:28)
Carlos Augusto Machado Mouzinho