Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não Mate a Poesia!


Ler poesia não depende de aprendizado, de escola, de incentivo ou de motivação. Quem se depara com ela por indução forçada ou obrigação nunca será dela um bom leitor.

A poesia surge meio que automaticamente, instintivamente, por afinidade, na vida de uma pessoa e de acordo com a sensibilidade de cada um, ao lê-la, irá sentir acender uma luz que jamais se apagará.

Por isso, não peça a uma pessoa que não demonstra afeição por ela para que a leia. Esta pessoa jamais perceberá o valor do que está lendo.

Se você paga para publicar um livro e pede para que os amigos e familiares comprem com o intuito de ganhar dinheiro é melhor procurar um emprego.
Se quiser ser notado e admirado, por aquilo que escreve, saiba que vai receber olhares de admiração e elogios mas quando virar de costas, por descaso, incapacidade de compreensão ou por despeito, vão te chamar de esquisito e maluco.
A maioria das pessoas vai comprar por gentileza mas não vai nem abrir para ver a cor das páginas.

Não quero com estas observações criticar quem quer que seja.
As pessoas têm suas aptidões e preferências e não são obrigadas a gostar do que você gosta.

Se você for adepto da alimentação vegetariana e ganhar de presente um livro com receitas de churrasco certamente também não vai nem ligar e talvez até zombar dele, não é?

Vamos preservar aquilo que para nós é inestimável e respeitar as afinidades e a arte de cada um.
Rudá Kayke
Enviado por Rudá Kayke em 11/10/2017
Reeditado em 13/10/2017
Código do texto: T6139759
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Sobre o autor
Rudá Kayke
Santos - São Paulo - Brasil
55 textos (1145 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 00:37)
Rudá Kayke