Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"De deixar morrer aos poucos, parte de mim...

 uma parte da qual, ignoro!

 Sim, ignoro por não conseguir ir além,

 pelo simples fato de cegar o que,

 para minha realidade, não é conveniente!"




"Vi ontem, um bicho
 Na imundície do pátio
 Catando comida entre os detritos.

 Quando achava alguma coisa,
 Não examinava nem cheirava:
 Engolia com voracidade.

 O bicho não era um cão,
 Não era um gato,
 Não era um rato.

 O bicho, meu Deus, era um homem"

Manuel Bandeira





O homem, que deveria estar no topo da cadeia alimentar, por uma questão de racionalidade; hoje - inevitavelmente - encontra-se na rabeira... à espreita, uma "carniceira", que apenas cumpre o seu papel. Isto também é ignorância!

Anita Fogacci
Enviado por Anita Fogacci em 01/09/2007
Reeditado em 10/01/2008
Código do texto: T634017

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Anita). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anita Fogacci
Cabreúva - São Paulo - Brasil, 45 anos
532 textos (38795 leituras)
1 e-livros (263 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/10/17 22:08)
Anita Fogacci