Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DEIXA SENHOR DIPLOMATA.pc6

    Na sexta feira não e quinta e, na contramão não da pra virar na esquina, me deixa viver senhores governantes.
    Do outro lado o mundo está escuro, mais eu sinto que aqui vai amanhecer-me deixa viver.
    O sonho se acaba e o dia começa da licença senhor diplomata e deixa-me viver.
    Outra vez tudo sem saber vai acontecer mais você sabe muito bem o que você veio fazer aqui, o senhor presidente deixa as crianças viverem, deis do começo até o seu fim, deixa agente viver.
    A lei de nada serve, se a lei julga o seu viver, por favor, sua benção Jesus cristo, talvez eu esteja errado, mais vou viver meu ser, representando a liberdade que herdei de você, a vida já me deixa viver, só falta você SENHOR  DOUTOR, QUE COM DOUTORADO FAZ AGENTE TER MEDO DE SONHAR, VIRA VIDA , DEIXA A VIDA , VEM VIVER COMO NOSSO PAI ORDENOU, deixa senhor estudado, senhor do fracasso, senhor da dor. VAI PRA CASA DO CARALHO COM SEU DIPLOMA COMPRADO, MEU Irmão DIPLOMATA.

UM COMEçO DE LóGICAS DE UM FINAL SEM NEXO....OBRIGADO
rodrigo vieira
Enviado por rodrigo vieira em 03/10/2007
Reeditado em 18/12/2008
Código do texto: T678866
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
rodrigo vieira
Taguatinga - Distrito Federal - Brasil, 30 anos
182 textos (9303 leituras)
1 e-livros (26 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/08/17 02:38)
rodrigo vieira