Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

desabafo...

Seria eu um estranho a caminho do paraíso e nem ao menos saber para que existo?
Oras, para quê saber?
A vida sempre se mostra injusta para muitos.
Dizem por ai, que deveríamos sempre agradecer qualquer coisa que se façam por nós.
Tudo bem, agradecemos... aqueles que por traz nos trai!!!!
Engraçado isso!!!!!!!!!!
Imagino se alguém falar: “não escreva mais, pois você não tem nenhum talento.”
E quem acha que escrevo porque quero que alguém me diga o quanto sou talentoso.
Oras! Escrevo porque sinto esta necessidade.
O motivo não existe.
Assim como o motivo da minha vida.
Apenas vivo...
Pensando melhor, agora tenho um real motivo para viver:
Tenho que escrever o máximo possível para incomodar...
Ótimo!
Não precisam agradecer, pois não mais agradecerei!!!!!!!!!
Evandro Sal
Enviado por Evandro Sal em 07/10/2007
Código do texto: T684619

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Evandro Sal
Marcelino Vieira - Rio Grande do Norte - Brasil, 38 anos
94 textos (61868 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 13:35)
Evandro Sal