Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu Sou, uma expansão de Consciência

Eu Sou, uma expansão de Consciência

Ao refletir, sinto miríades de cores beatíficas.
As interseções dos oceanos cósmicos convergem para as minhas percepções.
Corais espaciais de bilhões de Devas entoam meus pensamentos.

Arcos-íris astronômicos espiralam ao infinito sideral.
O real e o imaginário se interpermeiam em meu chacra coronário.
Círculos concêntricos de Consciência Eterna se manifestam do Todo para o Absoluto em mim.

O côncavo e o convexo, o abstrato e o concreto, a sombra e a luz, o vácuo e o buraco negro se interfundem nEle, onde eu também sou.
A serenidade perfeita me inebria num perfume de expansão da consciência.
Faltam-me palavras e expressões e eu me sinto o próprio vácuo inefável.

O céu de meu coração está repleto de estrelas.
As vontades dos perdões e dos amores escondidos de outrora vazam por entre lágrimas e sorrisos, mas a serenidade permanece.
O medo do Amor sumiu por um instante.

Os Cristos Cósmicos ou Engenheiros Siderais estão aqui iluminando Jesus, Krishna, Buda e muitos outros luminares repletos de compaixão.
Todos Eles estão em meu coração.
Mesmo indigno desses “anjos” amparadores da Luz Eterna, eles não vacilam a adentrar em meu / nossos pequenos corações-mentes-consciências.

Eu busco a Luz na imensidão da vida e do viver.
Mas só a encontro dentro de mim mesmo no céu de meu coração.
Ouço deusas entoando canções melodiosas como pano de fundo da eterna criação

É o coral do Amor que ama sem nome.
É a expansão da Luz que ilumina sem nome.
É o poder da vida que vive sem nome...
Só por viver, criar, iluminar e amar.

É o OM inefável e indefinível da expansão do Universo, enquanto a criação prossegue.
O Criador e a criatura somem no Eu Sou de uma só Consciência.
A interfusão consciencial se unifica em meu frontal de forma indefinível.

Eu Sou!

Estrelas, planetas e sóis se desmaterializam em informações conscienciais que absorvo.
Ondas pululantes de alegria serena se expandem na singela e efêmera sensação de sabedoria.
Pareço flutuar num infinito de luz e cores em suaves odores inefáveis.

Meu intelecto desmontou... !?!?!?
Apenas sinto... !?!?!?
OM.
Eu Sou!
O silêncio é minha última expressão...

Dalton Campos Roque

Dalton e Andréa http://www.consciencial.org


Conheça o livro O KARMA E SUAS LEIS; Conheça o CD Práticas Bioenergéticas Volume I; Conheça o CD Práticas Bioenergéticas Volume II; Conheça o CD Práticas Bioenergéticas Sete Chacras; Conheça nossos cursos Espiritualistas à distância - Visite Site Consciencial para conhecer tudo

OBS.: todo nosso material é registrado, com direitos autorais reservados e está protegido por leis de copyright nacionais e internacionais. É permitida a cópia, o envio e a distribuição dos mesmos, de forma gratuita, desde que mantido os nomes dos autores – Dalton e Andréa - e do site http://www.consciencial.org
Daltonroque
Enviado por Daltonroque em 24/10/2007
Código do texto: T707863

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome dos autores e do site http://www.consciencial.org). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Daltonroque
Curitiba - Paraná - Brasil, 56 anos
16 textos (6938 leituras)
2 áudios (623 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 04:39)
Daltonroque