Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMOR E CORES

                   
                   

 Uma vez me falaram que o amor não é um sentimento inteligente.
 Demorei a aceitar tal conceituação, demorei também a entender que apesar de se tratar de um sentimento transmissor de tanta emoção, pudesse expressar falta de inteligência, terror, tristeza, etc. Sempre quis que fosse o contrário e, até amei assim, juro!. Amor não expressa apenas um sentimento entre dois seres apaixonados. Vai muito além que isso. Amor é um sentimento nobre, dispensa qualquer recheio para expressar a beleza e a nobreza deste tão temido sentimento. Temido sim ,pois a maioria dos seres têm medo de amar, simplesmente. Amor não combina com egoísmo, também não rima com medo e muito menos com violência.
 Durante minha vida procurei definir este sentimento. Primeiro o pincelei de azul. Azul  é a cor do céu, juntando-se ao branco transmitia a Paz que todos buscam  no amigo, na amiga, no pai, na mãe ou num irmão, etc. Mais tarde, após passar por algumas experiências negativas passei a vê-lo com medo porque as pessoas que diziam amar e serem amadas me passavam uma noção de posse, então o pintei de amarelo, cor esta que não gosto e que transmite desespero. Cresci e comigo evoluiu este sentimento. Conheci alguém que me mostrou, ou melhor me apresentou a dor. O sofrimento foi tão funesto que  por algum tempo o pintei de preto. Nesta época me fechei como uma ostra, criei um mundo a parte, tornei-me seletiva e não mais sabia misturar as cores.. Fase terrível passei. Certo dia ao olhar o firmamento, observando o vai-e-vem das nuvens, observei que as estrelas eram douradas, um amarelo bonito, que o sol ao nascer e ao se pôr também tinha cores douradas bem mais fortes, passando para laranja, a lua às vezes, branca e quando cheia amarela. Observei que se olharmos firmemente as nuvens em sua dança com os ventos, eram brancas, cinzas, etc. Não foi difícil perceber que em minha vida  existia outras  cores. Descobri a beleza das matas, a diversidade das cores nos animais, o arco-íres então, nem se fala, é realmente um verdadeiro pacto de Deus com os Homens. Nesse ínterim, olhei em volta e constatei que cada um  pode pegar um pincel, escolher as cores e pintar seu mundo. O diferencial não saber pintar  e sim saber escolher as cores.
 Meu mundo, hoje, é bem mais colorido . As cores passaram a existir dentro de mim. Minha mente passou a pintar tudo com amor e cada emoção com uma cor diferente. Pintar é bom, relaxa, melhora a imaginação, nos deixa com a alma  limpa, leve e com muita vontade de viver.
 O importante é ter determinação e sair em busca da realização de seus sonhos. Os sonhos são uma constante na vida de todos nós. Eles nos transportam, nos levam aos  lugares que a nossa imaginação quiser ir. Bom mesmo é estar de bem com a vida, fazer cada dia o melhor de todos que já tivemos. Problemas todos nós temos e nunca irão deixar de existir. Quem faz a diferença somos nós mesmo. Basta que saibamos dar a ele o tempo necessário para que se resolva ou, então, desistamos  dele caso nos pareça ter deixado de ser importante.
 Durante muito tempo gostei de me  vestir de preto...Hoje adoro cores, mistura-las corretamente nos eleva o astral, nos deixa leves e soltos..
 Sorria a vida é bela e estamos aqui para vivermos e muitíssimo bem. Não perca seu tempo, ou muito tempo para concluir que o que não tem solução, solucionado está. Pense bem... no amor também funciona assim, quando conhecemos alguém nos entregamos a este sentimento de corpo e alma.  Alimentamos sonhos que nem mesmo nós somos capazes de acreditar quando ocorre uma desilusão. A gente sofre, chora, porque não queremos aceitar que o ser amado nos tenha esquecido ou deixado de nós de nos amar . Enquanto sofremos, a outra parte do nosso sonho está feliz, ao lado de sua ou de seu  nova(o) amada(o) e sequer lembra que deixou alguém e que ela(e) poderá está sofrendo. Temos que aguardar a fase do luto passar e sofrer o que se tem de sofrer, para então a alma e o coração libertar. Somente depois de tanto sofrer foi que entendi que tanto na vida, como no amor, enfim, em  tudo na vida tem um fim. Enquanto um sorrir, outro chora, um ama outro está em busca de um amor... É a vida, fazer o quê ?
       
 
 fama 28-10-2007

fama
Enviado por fama em 28/10/2007
Reeditado em 07/10/2008
Código do texto: T714183

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
fama
Fortaleza - Ceará - Brasil
352 textos (16997 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 10:20)
fama