Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NÃO FURTAR

 

EMMANUEL / CHICO XAVIER

 

Diz a Lei: “não furtarás”.

Sim, não furtarás o dinheiro, nem a fazenda, nem a veste,nem a posse dos semelhantes.Contudo, existem outros bens que desaparecem, subtraídos pelo assalto da agressividade invisível que passa, impune, diante dos tribunais articulados da terra.Há muitos amigos que restituem honestamente a moeda encontrada na rua, mas que não se pejam de roubar a esperança e o entusiasmo dos companheiros dedicados ao bem, traçando telas de amargura e desânimo, com as quais favorecem a vitória do mal. Muitos respeitam a terra dos outros, entretanto, não hesitam em lhes dilapidar o patrimônio moral, assentando contra eles a maledicência e a calúnia. Há criaturas que nunca arrebataram objetos devidos ao conforto do próximo, contudo, não vacilam em lhes surrupiar a confiança.E há pessoas inúmeras que jamais invadiram a posse material de quem quer que seja, no entanto, destroem, sem piedade, a concórdia e a segurança do ambiente em que vivem, roubando o tempo e a alegria dos que trabalham.

“Não furtarás” – estatui o preceito divino.

É preciso, porém, não furtar nem os recursos do corpo, nem os bens da alma, porquanto a conseqüência de todo furto é prevista na Lei.

IMAGEM:O TRONCO-PELOURINHO
JEAN-BAPTISTE DEBRET
     1768/1848


zilda santiago
Enviado por zilda santiago em 15/11/2007
Código do texto: T738702
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (CITE O NOME DO AUTOR E O LINK). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
zilda santiago
Carpina - Pernambuco - Brasil
333 textos (932148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 06:52)
zilda santiago