Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto




Lágrimas



Numa introspecção vem à mente a lágrima.

Já a imaginei como o suor da alma, a forma mais 
característica do sentimento humano.

Aí penso quem, mesmo inadvertidamente, 
escondidamente não tenha ao menos uma lágrima 
derramado.

Ao nascer, no tapinha da parteira ou do médico, para pela 
primeira vez sorver o ar da vida.

Aquela queda da bicicleta ou do patins, ralando o joelho e 
correndo para os braços da mamãe.

Naquele não da pessoa amada, quando o mundo parece 
vir abaixo, e imagina a amarga rejeição.

Aquela vez que foi culpado (a) por algo que não fez e 
ninguém acreditou em voce.

Ao assistir um filme de amor ou um noticiário de guerra 
com pessoas destroçadas, crianças em penúria pelas 
calçadas.

Os documentários de regiões em sêca onde se morre de 
sede e fome.

Aquela imagem da guerra do Vietnã com a menina 
atingida por napalm corre nua e desesperada.

Em teu quarto só com os mais recônditos pensamentos 
ante o remorso de uma má ação.

Talvez num especial momento de perdão.

Ao receber o abraço dos pais no dia de tua formatura.

Quem sabe no momento da descoberta de nobre 
sentimento.

Aquela saída de casa por causa do casamento. 

A lágrima é a maior e indisfarçável expressão de 
sentimento.

E voce . . . nunca derramou uma lágrima?.





GDaun
Enviado por GDaun em 26/11/2007
Reeditado em 07/12/2007
Código do texto: T753260

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
GDaun
Lupércio - São Paulo - Brasil, 73 anos
653 textos (44768 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 03:43)
GDaun