Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A MORTE DE UM PESCADOR

  SEBASTIÃO, POBRE, MAS NOBRE PESCADOR,

  NA FAINA DIÁRIA,ALIMENTAÇÃO, O MAR,

  LANÇAR REDES, LINHAS, PESCAR...

  MULHER E CINCO INFANTES A SUSTENTAR

  COTIDIANAMENTE, LONGOS INSTANTES,

  PERMANENTEMENTE A TRABALHAR,

  POR AMOR À SEUS QUERIDOS.

  MAS NO FATAL E DEFINITIVO DIA,

  TEMPESTADE, O BARCO EMBORCOU,

  LUTA,PESCADOR EM EXTREMA AGONIA,

  LUTOU, NADOU, AFUNDOU, AFOGOU...

  QUE TREMENDA FATALIDADE

  UM PESCADOR DE VERDADE,

  NAUFRAGOU.

  OUÇO, ATÉ HOJE, GRITOS DE DESESPERO,

  INFELIZMENTE FUI O PRIMEIRO,

  A TRANSMITIR A NOTÍCIA FATAL:

  SEBASTIÃO FINDOU NO MAR, POBRE MORTAL,

  E A MULHER-"ISTO NÃO ESTÁ ACONTECENDO COMIGO,
 
  E OS FILHOS: " SENHOR, POR QUE TÃO CRUEL CASTIGO?."

  EU CHOREI, MUITO, JAMAIS ESQUECEREI.



* Drama presenciado em 1980 em praia do litoral norte/SC.

 
 

 

 
Maurélio Machado
Enviado por Maurélio Machado em 29/11/2005
Reeditado em 01/12/2005
Código do texto: T78706
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Maurélio Machado
São Bento do Sul - Santa Catarina - Brasil
7709 textos (1651998 leituras)
2 áudios (1128 audições)
88 e-livros (6117 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 07:55)
Maurélio Machado