Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Separação

Separação
maria da graça almeida

Separando-se as moradas,
tem-se as despesas dobradas
e em dobro a solidão.

A balança do desgosto
negativa o saldo exposto
que ceifou a ligação.

A vingança, amargo atalho,
junto à dor compõem os retalhos
da falida união.

As marcas nunca esmaecem
e para o amor que fenece
não há ressurreição.

maria da graça almeida
Enviado por maria da graça almeida em 31/03/2005
Reeditado em 31/03/2005
Código do texto: T8820
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
maria da graça almeida
São Paulo - São Paulo - Brasil
248 textos (14797 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 12:11)
maria da graça almeida