Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lágrimas da alma

Hoje me encontro assim, minha alma chora.
Lágrimas não caem de meus olhos, não é visível minha dor, mas é uma dor tão forte que nem força para chorar encontro.
Perdida em meu mundo sofro calada.
Só queria ter um lugar onde eu pudesse chorar sem nada ter que explicar, onde eu pudesse ficar quieta e deixar a magoa sair do meu peito, onde o grito preso na garganta pudesse se soltar.
Meu olhar não tem brilho, meu sorriso não se abre, estou inerte, sem força para continuar.
Ás luzes do meu mundo se apagaram,
Tudo é escuridão.
Estou morta dentro de mim...


Beijos "ÐäMå Ðë ÑëG®ö"


***
Dama De Negro
Enviado por Dama De Negro em 26/12/2005
Reeditado em 19/05/2012
Código do texto: T90775

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dama De Negro
São Paulo - São Paulo - Brasil
1890 textos (146152 leituras)
2 e-livros (329 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 13:03)
Dama De Negro