Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não vou me render...

Quando estou conseguindo me libertar das minhas prisões
Daqueles problemas que chamamos de imaginários
Eu acabo batendo de frente com outras confusões
Causadas pelos problemas que são reais

É como se eu tivesse que lutar o tempo todo
Contra mim mesma
E ao mesmo tempo
Tenho que me defender do que vem de fora

Quando consigo lidar com algum desconforto
Quando consigo me adaptar com a minha vida
Quando chega alguém que me aceita como eu sou
Chega junto alguém que tenta me derrubar

Eu não vou me entregar
Não vou me render
Vou lutar, lutar
E vou vencer

Vou vencer minhas prisões
Vou ignorar as decepções
Vou fazer por merecer
Vou sim, vou vencer

Sei que não posso desanimar
E se eu cair
Vou ter que me levantar
Pois ainda tenho um longo caminho a trilhar

Mesmo em meio a dor
Em meio a confusão
Mesmo em meio a tempestade
Vou prosseguir

Vou conquistar meu espaço
Um lugar só meu
Vou ficar em paz comigo
E não vou temer

Porque sempre há uma saída
E um alívio pra qualquer ferida!
Lilian Roque de Oliveira
Enviado por Lilian Roque de Oliveira em 08/01/2006
Reeditado em 08/01/2006
Código do texto: T95970
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lilian Roque de Oliveira
São Paulo - São Paulo - Brasil, 32 anos
170 textos (24260 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 02:51)
Lilian Roque de Oliveira