Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quando sentir-se só...

Peça ao céu um pouco de silêncio
e procure conversar com a noite.

Faça de cada ilusão uma promessa,
e pense que, o que passou, passou...


Lá fora o ar pode estar pesado,
mas o desejo de seguir, de lutar, de amar, é maior.

Então liberte-se dos preconceitos e saia por aí.

Vá passear, ironize essa amargura
e faça dela uma sombra fértil de amor.

Não sinta receio de nada;
a vida é assim, tudo é um eterno recomeço...

Sempre existe um amanhã de saída,
que pode ser feito de boas venturas e aventuras.

Olhe-se no espelho e sorria, e coloque nesse sorriso
tudo de bom que você tem para dar, as coisas que viu,
ouviu, adorou e amou...

Afirme-se em um só pensamento de que seus desejos
sempre serão de alguma maneira realizados; tudo é natural,
tudo de bom parte de dentro de você.

E lembre-se que em algum lugar existe alguém que lembra de você,
sentiu saudades, as vezes até te amou, e isso é muito bom.

Vibre com a lua,
mas contra a tempestade.

Fique feliz por ainda saber sorrir...

Vá! Levante a cabeça, coloque no rosto uma expressão feliz,
tudo vai lhe parecer mais fácil.

Notou?

Abra a janela e preste atenção
nos pássaros que voam no céu,
se eles não estiverem lá voando,
ainda assim tem um infinito céu azul e lindo, só para você!!

Tudo é paz, naturalidade e franqueza.

Se melancólico, por que esta melancolia?

Lembre-se de um sonho, de alguém que está sempre
ao seu lado, mesmo estando longe de você
e sinta como é fácil ser feliz.

Pois a Graça de DEUS está sobre você... 

Colaboração de: Socorinha Castro/http://www.socorrinhacastro.com.br/

Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 20/01/2006
Reeditado em 20/01/2006
Código do texto: T101535
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Edvaldo Rosa www.sacpaixao.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Edvaldo Rosa
São Paulo - São Paulo - Brasil, 55 anos
1727 textos (173725 leituras)
23 áudios (10645 audições)
35 e-livros (8978 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 05:48)
Edvaldo Rosa

Site do Escritor