Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sidarta

Acordo com o soar da campainha,apressada,sem parar de tocar,quem será esse doido?Penso eu.
Meia tonta de sono levanto coloco o robe e vou até lá ver o que é.A claridade do dia cega meus olhos ainda com o resquício de colírio da véspera,eis que la parado e falante esta ele o amigo mais "loucreca" da minha vida.Ele vai entrando e cantando,falando,sem parar,noto que está com o fone no ouvido e escuta musicas,e sorrindo ...me beija e fala sem parar.
Ei...digo à ele:espera,vou lavar o rosto e ja volto.Vá indo pra cozinha farei um café para nós.
...Retorno,e ele me conta as novidades,depois de um período de depressão pelo término de um namoro,ah! ele tem quarenta e cinco anos,ele namora outra,mas so para passar o tempo,viúva,nova,com uma filha de dez anos...mas ele não a leva sério,é uma transadinha,um passeio na capital paulista,ela sabe se vestir bem ,se portar bem...vai levando.
Mas diz que ama mesmo a ex-ex-ex acho eu...
Moça que trabalhava com ele,namorada,secretária,faxineira,mãe!
AI...."loucreca"(termo utilizado por minha sobrinha desde os quatro aninhos).
A euforia é pra dizer que vai atrás da menina em Londres,agora sei que é ela,diz ele.
Mostra o anel de noivado,fára  juras de amor em Londres e a esperará retornar para se casarem .Não sei se devo sorrir,se devo ponderar,fico ali parada meio em choque .
Meu Deus,até quando?
Ai,ai ai...digo eu,veja o que vai fazer.Ele esta decidido,vai sim fazer juras de amor,na Terra da Rainha.
Só me resta servir o café,ele quer vitamina,faço uma deliciosa  com mamão ,banana,aveia, ele bebe com gosto e apenas come uma torrada com geléia.Depois de comer,me sorri com sua carinha de menino arteiro,quem consegue resistir ?
Adoro esse "Loucreca"...
Hoje ele chegou de Londres,esteve lá por quinze dias,ficou noivo mesmo,mas a moça teve juizo e disse que só voltará depois de completado seu curso e só se casará quando tiver um bom emprego pra não depender dele,inteligente ela.
Me trouxe chá  de Bergamota,tomaremos juntos falando da vida,nossa amizade é antiga e cada vez mais recheada de afeto.
Ele queria ser Sidarta,líamos o livro juntos lá na casa dos dezoito anos rrsss,mas é agitado,não tem nada de "relax" .Sorri pra mim e pergunta: to melhorando não tô?
Eu dou uma sonara gargalhada.
rrsss Beijo o rosto dele,e o chamo para escutar o  último CD da Maria Bethânia.
Meu marido vem nos fazer compainha.
E lá se vai mais um dia!
Syl Signoretti
Enviado por Syl Signoretti em 22/01/2006
Reeditado em 18/01/2008
Código do texto: T102271

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Syl Signoretti
Itajubá - Minas Gerais - Brasil
933 textos (89326 leituras)
76 áudios (9216 audições)
1 e-livros (309 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:14)
Syl Signoretti