Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ANJO

Anjo! preciso muito de você, só você me faz entender e compreender o sentido das coisas, através da sua sabedoria e do seu conhecimento, tudo faz sentido, o tempo, os fatos, as pessoas, se encaixam e respondem minhas dúvidas.

Sempre achei que ninguém merece sofrer, nem ser triste, solitário, excluído, etc. Nunca encontrei resposta para evitar e resolver esse problema, muito comum e que aflige boa parcela da população. O que fizeram para contrair esse débito? Existe culpado? E nós, privilegiados, podemos ajudar? Como?

Meu Anjo diz que não precisamos saber o motivo que cada um tem para estar vivendo um momento difícil e que é nossa obrigação amparar nossos irmãos, que o aspecto material é necessário para suprir o básico, muito mais importante é a nossa colaboração espiritual, levada por uma simples visita, maior interesse, paciência, palavras confortantes, um sorriso autêntico, uma ligação afetuosa e honesta.

Todos nós gostamos de pessoas que demonstram interesse em nos ouvir, nos visitar, nos atender, também nosso irmão carece dessa convivência e cabe a nós a promoção dessa relação.

Conta Meu Anjo que uma pessoa vendo seu irmão passando por sérias dificuldades financeiras, resolveu ajuda-lo, contribuindo com uma soma suficiente para a solução. Essa pessoa não quitou seu débito na totalidade. É comum em momentos como esse fazermos pré-julgamento e incriminar injustamente nosso semelhante. Sabe porque ele não liquidou a divida? É que ele encontrou outra pessoa numa situação ainda pior que a sua e sem se preocupar, tratou logo de ajuda-la, até por que, na sua cabeça, se não tivesse recebido ajuda não teria a menor condição de estar pagando seus credores. Que atitude mais digna, ele comprou coisas básicas e essenciais para alguém que naquele momento precisava muito mais. Os ignorantes que assistiram essa cena deduziram que havia interesse na jogada, que estaria presenteando a menina com segundas intenções.

Nessa época que reina o espírito Natalício as pessoas estão mais sensíveis e procuram ser ainda mais solidárias, colaborando com seus semelhantes que passam por dificuldades e é aproveitando a ocasião que gostaria de apelar aos poucos que ainda são duros e não ouvem o que diz nosso coração, por favor, aproveite essa oportunidade, olhe para o seu lado e se encontrar alguém precisando, não se preocupe com a razão dela estar vivendo o problema, estando ao seu alcance, estenda-lhe a mão e sentirá no seu intimo uma sensação tão maravilhosa, tão forte e verdadeira, que com certeza, nunca mais esquecerá desse momento e te fará tão bem que jamais deixará de participar desse movimento, atitude do ser cristão.

Anjo! Muito obrigado por tudo que me ensinou e me mostrou, devo perdão pelos meus atos ignorantes já praticados que prefiro nem lembra-los, daqui por diante é que vale, não quero mais ser omisso, quero participar e me envolver com os problemas dos meus irmãos, que incrivelmente nada tem me custado e tanto tem me retribuído, sou muito feliz em flagrar um sorriso verdadeiro de uma criança, de uma senhora, de quem quer que seja. Meu Anjo, não vá embora, fique aqui, bem perto de mim, estou melhorando a cada dia e a sua presença é muito importante para mim.



Vladis
Enviado por Vladis em 24/01/2006
Código do texto: T103379
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vladis
Matão - São Paulo - Brasil, 57 anos
143 textos (61752 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:36)
Vladis