Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

     Foto: Arquivo de Família - by Denise Severgnini

POESIA AOS SEUS

Disseram que poetizo à lua
Que lua que nada...
Naquele lugar encantado
num pedacinho do Rio Grande,
encontrei muito mais que lua,
achei gente de verdade.
Gente que lê e trabalha,
com afinco e com vontade
A ensinar com grandeza,
as coisas da natureza
e do Brasil, a liberdade !
Encontrei naquele canto
entre rosas e passarinhos
entre o verde e o carinho
uma mulher de verdade,
que sonha, canta e ri
e faz Pão com Bah! 
com vontade!
Acompanhada de perto 
por um homem sincero
com um lindo sorriso aberto
que anteviu minha angústia
da saudade que viria,
e me ofereceu gentilmente
o seu braço como guia
até pertinho do trem ...
Que me levará certamente
em outro tempo, outro dia
para junto daquele verde,
das rosas, das extremosas
do mate e do querer bem ...
de fazer pic-nic no mato
vislumbrando um novo mar 
nas folhas verdes dos plátanos
e caminhos de flamboyants
E, voltar a ser criança
nos delírios da poesia
num afã de uma 
nova esperança...


Dê....
Amo você, amo Márcio, amo Niquinho, amo as rosas e os passarinhos ...
Amo essa tal liberdade que encontrei na varanda de seu quarto de escrever delícias à lua 
Beijo daqui !
Lili Maia
Enviado por Lili Maia em 13/02/2006
Reeditado em 05/05/2010
Código do texto: T111311

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lili Maia
Curitiba - Paraná - Brasil
484 textos (66691 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 15:42)
Lili Maia