Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PACTO

Vamos refletir sobre nossa vida e avaliar se realmente estamos cumprindo o papel que nos foi designado nessa existência.

Estamos ou somos? Bom filho, bom irmão, bom esposo, bom pai, bom amigo, bom profissional, bom cidadão, bom ser humano, ...

Se na sua autocrítica obtiver como resposta que é bom em tudo, parabéns e nem precisa mais continuar lendo esse texto, você é perfeito e talvez até mereça um lugar de destaque.

Ao contrário se notar que precisa corrigir algumas deficiências, faça um pacto contigo, enfrente esse seu ponto fraco e resolva esse caso, pode estar certo de que depende muito mais de você do que de qualquer outra pessoa. Se tiver dificuldade em lidar com a situação, seja humilde e procure ajuda de alguém que possa lhe compreender de fato e colaborar no sentido de orientar a melhor opção para resolver definitivamente a questão.

Não seja otário, demagógico ou estúpido em fazer uma avaliação superficial, se achando, tenha absoluta certeza de que está de fato correspondendo com seu parceiro (pais, filhos, esposo, amigo, etc). Também não coloque pano quente na possível e ideal solução para um eventual problema, resolva pra valer, não permita deixar qualquer rastro que possa interferir no sucesso da sua real mudança de comportamento, queira, mude, seja autêntico e como retorno sentirá a verdadeira felicidade e paz de espírito que todos procuram e nunca imaginam encontrar dentro de si próprio.

Ao percorrer todo esse caminho concluirá que ainda assim lhe falta algo, por mais que queira nunca conseguirá satisfazer a todos, o importante é a sua consciência limpa, você vai estar se dedicando no limite para ser bom com todos aqueles que o cerca, a intenção só não será plenamente alcançada em razão das diferentes e incomuns necessidades de cada um, o que é muito difícil detectarmos e principalmente proporcionarmos na medida, no tempo e nas condições esperadas.

Se hoje você já é amado, admirado e respeitado, imagine com essa mudança como será. O detalhe é particular, é próprio, apenas você conhece, a sugestão é reconhecer e trabalhar para utilizar apenas a sua própria imagem, abandone seu personagem e seja você mesmo.

Não subestime quem quer que seja, quer pela sua cor de pele, pela sua posição social, pela sua beleza, pela sua opção sexual, etc. Todo sem exceção tem suas qualidades e devem procurar corrigir seus defeitos, merecendo uma oportunidade, uma chance e alguém que a aceita como ela é, isso sem dúvida a incentivará para buscar seu merecido lugar, pois somos todos iguais.

vladis.fernan@globo.com

Vladis
Enviado por Vladis em 16/02/2006
Código do texto: T112808
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vladis
Matão - São Paulo - Brasil, 57 anos
143 textos (61832 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 05:58)
Vladis