Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PUDERA TER O DOM





                                              PUDERA EU TER O DOM
                                                Glácia Daibert

                                                                                       
De um poeta; sua habilidade

de um músico; sua capacidade...

de um palhaço; sua genealidade

de um amigo; sua amizade



sou um pateta; pois brigo

com o meu melhor amigo

mesmo ao dar-lhe um abraço

tanto o aperto que o desfaço



sem graça, sem qualquer jeito

sem o dom de fazer rir!

mesmo quando o beijo

não o consigo fazer sorrir!






Amigo ocupa mais espaço


que o lado esquerdo do peito...

mesmo com um forte abraço

e aperto de mão de respeito




 

Amigo é aquele com quem choro...


É aquele com quem rio...


É aquele com quem exploro


alegrias, tristezas; que aprecio...




mas tudo fica em poesia

convertida nesta melodia

sou um safado sem cura

um infeliz na amargura



 


declame, cante e salte comigo

Que Deus abençoe cada Amigo

 e a cada felizardo que o tem.

Mas que não esqueça os outros, também.



              http://www.cantinhojulia.com/glacia.htm
http://www.cantinho.thata.nom.br/poetas10.html
http://www.recantodasletras.com.br/autores/anachuchu
http://www.crlemberg.com/poeta/glacia/glacia.htm
http://rhvb.sites.uol.com.br/poesias_de_amigos.htm
http://www.meusonho.com.br/amigos/amigosG.htm



GLÁCIA DAIBERT
Enviado por GLÁCIA DAIBERT em 18/05/2006
Código do texto: T158307
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
GLÁCIA DAIBERT
Uberlândia - Minas Gerais - Brasil, 63 anos
108 textos (25287 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 06:19)
GLÁCIA DAIBERT