Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NÃO VOTE EM MIM!


Nadir Silveira Dias


Sou a descrença, a desilusão, o desassossego, a desorientação. Sou o voto em branco, o voto nulo, o voto obsceno, o voto protesto, voto revolta, a escuridão que anseia por luz.

Estou cansado de crer nos compromissos assumidos pelos candidatos antes das eleições. Desiludido de chegar a ver dias melhores. Inseguro quanto à minha pessoa, ao meu trabalho - se ainda o terei amanhã -, ao futuro de minha família.

Assustado pela fome que grassa por quase todos os cantos. Abatido de ver o desabrigo, favelas proliferando e tantos irmãos ao relento. A desorientação e a ineficiência dando lugar ao rumo certo e à competente administração.

Por tudo isso, represento o branco, o nulo, o protesto, a revolta, o voto escuridão.

Entretanto, sei e tenho convicção de que a luta não pode parar. É preciso e imperioso continuar. O voto há de ser a arma firme e contundente a ferir e podar os aproveitadores, recebendo-o aquele que mais o mereça. Analise-se os candidatos.

Na pior alternativa, vote no menos ruim. Não deixe de votar em algum candidato. Até mesmo para ter legitimidade moral para erguer o dedo e a voz e apontar: "Tu não vens fazendo o que prometeste."!

Não deve se constituir em vergonha as tentativas de acertar. Todos nós temos errado, pelo menos, comparado com o que desejaríamos ter acertado. Acertemos. Votemos em quem nos pareça o melhor. Não prescindamos da análise isenta sobre a capacidade dos candidatos. Refuguemos promessas vãs e destituídas de sólidas bases. Apreciemos, mas votemos!

Tenhamos a certeza de que este país há de evoluir para um estágio tal em que o eleito que não cumprir a sua plataforma, o seu programa, terá os votos retomados e conseqüentemente, perderá o mandato recebido nas urnas.

A sociedade pode atingir este quadro, mudando o atual sistema de legislaturas, mas não será votando em mim, voto em branco, voto nulo, protesto, revolta ou voto obsceno.

Lutemos pela mudança que há de vir, não pela manutenção do que hoje se tem posto. Escolha, de preferência, certo, e vote!


(Publicado no Jornal do Comércio em 1° de outubro de 1990)


Escritor e Poeta – nadirsdias@yahoo.com.br
Nadir Silveira Dias
Enviado por Nadir Silveira Dias em 02/06/2006
Reeditado em 02/06/2006
Código do texto: T167689
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nadir Silveira Dias
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
1036 textos (153759 leituras)
4 e-livros (380 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 16:49)
Nadir Silveira Dias