Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O QUE VEM A SER AFINIDADE

O QUE VEM A SER AFINIDADE
Marcial Salaverry
Afinidade, exatamente, vem a ser um sentimento interessante... É uma
espécie de cumplicidade que surge sem que  se saiba explicar.  Uma certa atração espiritual, que une pessoas que muitas vezes mal se conhecem.  Surge aquela simpatia que não se explica. É algo como pensar igual... ter os mesmos pontos de vista.
Amizade é um vínculo afínico mais forte.  Já é uma ligação que vem de uma
convivência mais estreita.  Para que uma amizade se desenvolva bem, é
preciso haver essa afinidade, que justamente irá reafirma-la.
Não falo, é claro,  dessas amizades que se esboroam ao menor
desentendimento, mas sim dessas amizades que resistem aos contratempos,
que resistem à passagem do tempo, permanecendo imutáveis, e para que elas aconteçam, é imprescindível que haja esse sentimento de afinidade, como que selando o sentido da amizade.
Para que exista afinidade entre duas ou mais pessoas, não importa o tempo,
a ausência, ou a distância.  Sempre que se consiga contato, haverá o
entendimento.
Os sentimentos "batem", mesmo que não haja o contato pessoal. Chega a ser quase um elo espiritual que une as pessoas afínicas.
Por vezes, as afinidades se manifestam mesmo antes de se conhecerem, tal a sutileza desse sentimento. É atemporal.  Mesmo em ausências prolongadas, nunca deixa de se manifestar, pois independe da presença física.
Mantém-se latente, como que esperando o reencontro.
Quando as pessoas são "afínicas", elas se sentem, se percebem mesmo à
distância. Em certos casos, chega-se a “captar” um pedido de ajuda à
distancia.
Não há como explicar pois é uma comunhão total de idéias. Pensa-se igual,
a respeito dos mesmos fatos que as impressionam, comovem  e sensibilizam.
Nesses casos, a verdade é que as pessoas não  precisam ter necessidade de explicação do que estão sentindo. Basta um olhar para um  perceber o que outro quer, ou deseja dizer.  Existe como uma comunicação mental.  Um entendimento tácito, sem palavras.
A afinidade aguça a sensibilidade das pessoas, por ser um sentimento
singular, discreto e independente. Só pessoas sensíveis conseguem
desenvolvê-la adequadamente, pois nas questões "afínicas", não pode haver orgulho nem soberba, sempre exige uma dose de renúncia, pois muitas  vezes precisamos superar nossa própria vaidade, para socorrer a um amigo.
Pode existir a quilômetros de distância, mas é percebida pela maneira de
falar, de escrever, de andar, de respirar...
Na verdade, mesmo em casos de separação, ela sobrevive galhardamente.
Mantém-se imutável, pois contrariamente ao amor, parece que a ausência
física desenvolve ainda mais o sentimento.  Parece fortalecer o elo
espiritual.
Todavia, uma coisa é certa, para que a afinidade sobreviva, é
imprescindível que haja entre a todos os componentes da parceria, uma comunhão absoluta de idéias e ideais.
Digo entre todos os componentes, porque contrariamente ao amor, a
afinidade pode se manifestar em um grupo de diversas pessoas, sem quaisquer problemas, muito pelo contrário. Não sendo portanto, um sentimento exclusivista .
Enfim, a afinidade, é a verdadeira base para a amizade e para o amor.
Assim sendo, meus afínicos amigos, tenham todos UM LINDO DIA.
Marcial Salaverry
Enviado por Marcial Salaverry em 19/05/2005
Código do texto: T17885
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcial Salaverry
Santos - São Paulo - Brasil, 77 anos
19846 textos (1961765 leituras)
3 áudios (855 audições)
6 e-livros (2134 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 08:54)
Marcial Salaverry